ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  29    CAMPO GRANDE 23º

Faz Bem!

Médica lança “desafio” e consegue amigos para eliminar açúcar durante um mês

Por Elverson Cardozo | 15/01/2014 06:54
Campanha lançada no Instagram. (Foto: Reprodução)
Campanha lançada no Instagram. (Foto: Reprodução)

Em 2013, de janeiro a dezembro, a dermatologista Cristina Yuri Katayama, de 39 anos, conseguiu cortar pelo menos 90% do açúcar na alimentação. A decisão tinha um motivo: Atleta amadora, ele queria estar mais em forma para participar da Meia Maratona do Rio de Janeiro.

O objetivo foi cumprido. Depois que notou o resultado no próprio corpo, a médica resolveu lançar o mesmo desafio aos amigos. Pelo menos 30 já aceitaram tirar o doce do cardápio durante um mês.

A campanha foi lançada no início deste mês, no Instagram. “Em 2013, desde Abril, cortei muito açúcar da minha alimentação (uns 90%) e foi excelente. Comi doce no Natal até ontem, mas agora vou fazer 30 dias ‘no sugar’ com algumas amigas! E depois manter 2014 com pouquíssimo açúcar! Mais alguém topa? Vamos?”, escreveu.

Várias pessoas, disse, toparam e agora enfrentam o desafio de não comer doces ou nada que contenha açúcar. Não há punição, nem prêmio, muito menos fiscalização. É a própria consciência que vai acusar qualquer deslize. Se falhar, não haverá chibatadas, brincou Cristina, mas a recompensa também não será vista.

Ela, depois que cortou o açúcar para participar da corrida, não emagreceu, mas diz ter desinchado bastante. Notou que a porcentagem de gordura caiu e a massa magra aumentou. É claro que não foi só isso. O treino de musculação ajudou bastante.

Mesmo que os resultados não sejam notáveis, a atitude merece destaque por incentivar hábitos mais saudáveis. A intenção, disse, não é eliminar o açúcar completamente, mas usá-lo de forma moderada. Não precisa “atacar” doces, comer um bolo inteiro ou um pote de sorvete. “Se estiver com vontade, vai lá e come um pedacinho”, disse.

Cristina na São Silvestre. (Foto: Arquivo Pessoal)
Cristina na São Silvestre. (Foto: Arquivo Pessoal)

Funciona ? - Na avaliação da nutricionista Jaqueline dos Santos Ortegas Vieira, o movimento criado pela dermatologista é saudável porque atitudes como essa trazem, de fato, alguns benefícios, mas eles dependem de outros fatores.

A retirada do açúcar da alimentação proporciona uma redução calórica, explicou, mas não leva ao emagrecimento, por exemplo, a não ser que o indivíduo seja um devorador voraz de bolos, doces e cafezinhos adoçados. Mesmo assim, a diferença não seria notada de imediato.

O ideal, caso o objetivo seja perder peso, é adotar uma alimentação equilibrada, de baixas calorias, fazer exercícios e procurar, sempre, a ajuda de um especialista.

Regras de comentário