A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

06/05/2018 07:30

Meditação com som de tigelas de cristal pode ser aliada na busca pela calma

Thailla Torres
Ana Karla Loureiro que conduz a meditação com leves toques na tigela. (Foto: Paulo Francis)Ana Karla Loureiro que conduz a meditação com leves toques na tigela. (Foto: Paulo Francis)

A alternativa para relaxar e se desligar dos problemas diários pode estar no som. Na semana passada, algumas pessoas experimentaram a sensação de uma forma nada convencional, ouvindo o toque de bastões de silicone em tigelas de cristais.

O objeto emite um som intenso, incrível ao ser tocado com a técnica correta. Leva à meditação que contribui para relaxamento e ampliação da consciência, explica Ana Karla Loureiro que conduz o processo.

A cada movimento, surge um som diferente. Aos poucos, o volume parece aumentar e em segundos é quase impossível escutar algo diferente do que o belo som que ecoa das tigelas.

É nesse momento que quem participa percebe que algo acontece. "É o estado de presença, onde você ancora toda sua posição no sentir. E a meditação com som cria um atalho, porque o som é tão forte e envolvente que você se conecta e quando fica um silêncio é capaz de perceber um espaço interior dentro de si", explica Ana.

O importante é relaxar e procurar se isolar dos sons externos, enquanto os sons das tigelas revelam algo  muito maior. O importante é relaxar e procurar se isolar dos sons externos, enquanto os sons das tigelas revelam algo muito maior.

Cada tigela têm uma afinação e frequência sonora distintas. "Ela reproduz sons raros que não são encontrados em outros instrumentos. Por isso, até a escolha das tigelas é um processo interessante", comenta.

Ana Karla é jornalista por formação, roteirista e dedica os últimos 15 anos aos estudos de terapias consideradas não convencionais. Com as vivências, percebeu o poder da trilha sonora como ferramenta.

"É muito interessante esse trabalho com os sons, acredito que seja a Medicina do futuro. Hoje já estão, inclusive, operando com o som, fazendo procedimentos não invasivos e que levam a uma sensação maravilhosa, é uma massagem sonora".

Quem tiver interesse de conhecer ou aprender sobre as tigelas de cristal. Ana Karla trabalha de duas maneiras, com meditações em grupos e atendimentos individuais. Basta entrar em contato pela página Círculo Terapêutico com Frequências Sonoras Integrativas.

 

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.