ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 16º

Faz Bem!

Se tem um caso de coronavírus em casa, como eu me isolo? Veja dicas

Médica infectologista explica quais medidas tomar para o isolamento eficaz dentro de casa quando se mora com outras pessoas

Por Lucas Mamédio | 30/06/2020 06:25
Ser o último a usar o banheiro e lavá-lo depois do uso é uma medida ser tomada (Foto: Kisie Ainoã)
Ser o último a usar o banheiro e lavá-lo depois do uso é uma medida ser tomada (Foto: Kisie Ainoã)

Já deu tempo de todos nós absorvermos várias medidas preventivas em relação ao coronavírus, porém, e principalmente aqui em Mato Grosso do Sul, onde os casos aumentam exponencialmente, ainda há dúvidas sobre como agir depois do contágio, tanto na hora da suspeita quanto da confirmação.

Como em muitos casos não há a necessidade de internação, mas o risco de transmitir o vírus ainda existe, é vital que os infectados fiquem isolados em casa.

Mas como ficar isolado dentro da própria casa quando se mora com mais pessoas? Que medidas podem ser eficazes para não transmitir o coronavírus a seus entes queridos?

O Lado B consultou uma especialista, a médica infectologista Priscila Alexandrino, que explicou quais a atitudes primordiais para um isolamento eficaz dentro do próprio lar.

Fique no quarto – É essencial que o contagiado, mesmo que seja apenas suspeita, tenha um quarto para ficar sozinho. “Se for um quarto que tenha banheiro, ótimo, fica só pra ela, se for uma casa com um único banheiro, a pessoa que está isolada no quarto deve ser a última a usar o banheiro”, explica Priscila.

É necessário deixar a comida na porta do infectado.
É necessário deixar a comida na porta do infectado.

Cuide no banheiro – Além de ser o último usar o banheiro, o infectado também tem que limpá-lo sozinho. “Ele mesma faz a higiene do ambiente após o uso, isso todas vezes que usá-lo, sem exceção”.

Refeição – Na hora de comer é necessário que alguém deixe a comida numa bandeja na porta do quarto onde a pessoa está isolada. “A pessoa deve receber comida, depois ir lavar os utensílios, reservados apenas pra ela, sem ninguém no momento em contato com ela, depois retornar para o quarto”.

Lixo - O infectado deve ter um lixo no cômodo onde está isolado, para descartar resíduos e até máscaras e luvas, sempre que forem usadas. O lixo deve ser isolado em um saco plástico e lacrado após o uso. No caso de quem for coletar o saco, é preciso usar luvas antes descartá-lo e jogar as luvas fora na sequência. As mãos devem ser lavadas em seguida.

Roupas - Na hora de lavar as roupas, as peças devem ser colocadas em um cesto exclusivo, que deve ser pego com luvas por outras pessoas e despejado na máquina de lavar. Sobre a separação das roupas do infectado das dos outros moradores, os médicos se dividem. Enquanto alguns acham que a água e o sabão da máquina são necessários para a eliminação do vírus, outros acham que é melhor não confiar se a lavagem da máquina é eficaz. Para garantir, melhor manter as peças do infectado separado.

Use máscara – Também é preciso usar máscara ao sair do quarto.

Basicamente, segundo a especialista, a pessoa quando está em casa deve transitar entre quarto e banheiro, não mantendo contato com ninguém e sempre higienizando por conta as áreas comuns onde passou.

Reforçando que todas as medidas se destinam a pessoas com suspeita também, até porque os testes têm sensibilidade diferentes, então pode ser que algum deles não detecte o vírus.

A médica Priscila admite que em casos de famílias numerosas, principalmente com idosos ou pessoas com comorbidade, é um desafio e até um risco o isolamento dentro da mesma casa. Por isso aconselha que se tiver a possibilidade, que fique durante os 14 dias preconizados pela Organização Mundial da Saúde, em outro lugar.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.