ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 27º

Sabor

"Salmão na Laranja" é o vencedor do Bar em Bar

O prato campeão foi servido no Crhis Sushi, que concorreu contra outros 14

Por Nícholas Vasconcelos | 19/11/2012 21:35
Na final, público pode experimentar os petiscos do Bar em Bar de Campo Grande. (Foto: Pedro Peralta)
Na final, público pode experimentar os petiscos do Bar em Bar de Campo Grande. (Foto: Pedro Peralta)

O prato Salmão na Laranja, do restaurante Chris Sushi foi o grande vencedor do festival “Bar em Bar é 10”, que escolheu entre 14 pratos o petisco preferido do campo-grandense para acompanhar o fim de tarde.

O festival, promovido pela Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul), escolheu o tira-gosto no valor de R$ 10, mas o vencedor foi a cultura de bar de Campo Grande. O presidente da Abrasel, Rúbio Sérgio destaca que o “Bar em Bar” é promovido em 14 Estados e que a vinda dele para Mato Grosso do Sul movimentou a noite de Campo Grande. “A proposta era fazer os bares e restaurantes ficarem movimentados e nós vimos isso, além da movimentação nas redes sociais, na votação”, destacou.

A movimentação foi boa para quem está há pouco tempo na cidade e conseguiu atrair mais o público, tanto para comer o petisco oferecido quanto os outros pratos e bebidas, como explica o gerente do Real Botequim, Rafael Oliveira, bar que está há seis meses na Capital. “Trouxe um público novo, com um aumento de pelo menos 30% para o nosso movimento”, explicou.

“A pessoa sentava na mesa e pedia o nome do prato do festival”, contou o empresário Eduardo Fornari, do Vermelho Grill.

O prato que ficou com a segunda posição foi o Croquete de Jamón, servido no Tapas Bar, enquanto em terceiro ficou o Pastelzinho Arretado, do restaurante Fogo Caipira.

Prato elaborado pelo restaurante Chris Sushi venceu o concurso Bar em Bar
Prato elaborado pelo restaurante Chris Sushi venceu o concurso Bar em Bar
Anúncio do prato foi nesta segunda-feira, no Real Botequim. (Foto: Pedro Peralta)
Anúncio do prato foi nesta segunda-feira, no Real Botequim. (Foto: Pedro Peralta)

A proposta de bares oferecendo petiscos com preço de R$ 10 atraiu não só quem é da Capital, mas também fez sucesso entre os turistas. “Os hóspedes nos procuraram porque queriam fazer o roteiro de bares que participavam, movimentou quem estava aqui”, contou o presidente Leonardo Lorenzetti, da ABIH (Associação Brasileira da Indústria Hoteleira).

Entre os itens avaliados, estavam a apresentação do prato, a proposta e também o atendimento, que é uma crítica constante em alguns bares e restaurantes da cidade. “Nós queríamos avaliar como os garçons estavam preparados, se atendiam bem aos clientes, se falavam do festival”, explicou a analista do Senac, Rachel Torok, que junto com Leonardo foi uma das integrantes do júri técnico.

“A gastronomia é fundamental para agregar valor para as nossas visitas, para quem visita a Capital”, detalhou a presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Nilde Brum.

“Falam que Campo Grande não tem tradição de bar, que Cuiabá dá de 10 na gente, mas isso não é verdade porque a gente vê que Campo Grande é muito mais aprazível”, encerrou o prefeito Nelson Trad Filho (PMDB).