A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

16/03/2017 07:49

Com pratos sofisticados, esquina conhecida ganha bistrô aconchegante

Thailla Torres
Espaço ficou confortável e aconchegante. (Foto: Natalia Figueiredo)Espaço ficou confortável e aconchegante. (Foto: Natalia Figueiredo)

O endereço que por muito tempo foi Tábua Bar ganhou novo conceito. Agora o espaço é Domus Bistrô tem jazz na trilha sonora e uma gastronomia sofisticada no cardápio. Aberta hoje, agora a casa terá o chef de cozinha André Nardo, que propõe aos clientes uma nova experiência pelo sabor.

André está na gastronomia há 17 anos e já é dono de dois restaurantes na cidade. Agora, ao lado dos sócios Patricia Magpali e Daniel Antônio Santana, resolveu se dedicar a um projeto sonhado há muito tempo. "Sempre foi um plano meu ter um bistrô com ambiente pequeno, aconchegante e nada muito caro. Porque na França, o bistrô é um local de comida boa e acessível", explica.

 

 T-bone steak com palmito assado e chimichurri. T-bone steak com palmito assado e chimichurri.
Salmão assado em crosta de castanhas de caju, palmito grelhado e salada morna de ervilha torta.Salmão assado em crosta de castanhas de caju, palmito grelhado e salada morna de ervilha torta.

O nome do bistrô significa "casa" e foi escolhido para que todo mundo fique à vontade. "É para as pessoas se sentirem bem e confortáveis", afirma.

No cardápio, todos os pratos são assinados por André, sempre com referência à comida europeia. "Com uma variedade de entradas, tem também camarão, risotos, filé mignon, carré de cordeiro, pato e massas preparadas pela nossa cozinha", cita.

Quando pensou no menu, André pensou na forma como o campo-grandense costuma se alimentar. "Acho que é uma cultura que a gente tem, mas estamos engatinhando na mudança. As pessoas chegam ao restaurante e vão direto no prato principal. Mas queremos que o público experiente a entrada, prato principal e sobremesa. Curta os sabores diferentes e o ambiente", diz.

Todos pratos, segundo André, tem uma história diferente. Criados ao longo dos anos, foram modificados com temperos diferentes e ganharam toques regionais em algumas das opções. "É uma comida mediterrânea, mas a gente vai procurar sempre ter algo regional, tanto do Mato Grosso do Sul como de outras regiões do País", explica.

Detalhes do bar com iluminação baixa, que deixou o ambiente aconchegante.Detalhes do bar com iluminação baixa, que deixou o ambiente aconchegante.

Um dos principais, é Moqueca de pintado desconstruída, por R$ 58,00. O prato é de filé de pintado em cama de pimentões assados, molho de moqueca e pirão de bocaiúva, acompanhado de arroz de coco.

"Outro é nhoque de mandioquinha, coxa de pato confit e tucupi que vem de Belém do Pará", diz André.

O gasto médio por pessoa, incluindo entrada, prato principal e sobremesa é de até R$ 60,00 calcula André. "Queremos uma comida acessível e que todo mundo saia satisfeito. E isso inclui as bebidas, já que 90% da nossa carta de vinhos por exemplo ficam entre R$ 60,00 e 120,00", diz.

Com capacidade para 60 lugares, o espaço ficou aconchegante pela iluminação baixa. "Nossa iluminação vai ser pouca para dar um ar mais intimista.  E é uma decoração moderna e clássica ao mesmo tempo com as poltronas. Me inspirei muito em restaurante que conheci na Escócia", menciona.

O Domuns abre de terça a sábado. De terça a quinta-feira das 19h às 23h. Já na sexta-feira e sábado, das 19h à meia noite. O restaurante fica na Rua Antônio Maria Coelho, 2619.

Tartines: Gorgonzola com damasco, aspargos com queijo brie, melão com parma e balsâmico.Tartines: Gorgonzola com damasco, aspargos com queijo brie, melão com parma e balsâmico.
Opção de entrada, Niçoise com ovo mollet.Opção de entrada, Niçoise com ovo mollet.


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.