ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 31º

Sabor

Mãe partiu, mas deixou receita predileta para filha seguir em frente

Quibe cru é receita especial que Aparecida de Fátima ensinou para a filha

Por Jéssica Fernandes | 16/09/2021 06:49
Esfihas de carne, calabresa, queijo e caponata são preparadas com ingredientes frescos e naturais. (Foto: Pedro Shimith)
Esfihas de carne, calabresa, queijo e caponata são preparadas com ingredientes frescos e naturais. (Foto: Pedro Shimith)

Criada entre os sabores e aromas da comida árabe, a engenheira Ana Carla Borges Siqueira Campos, 27 anos, decidiu deixar de lado a profissão e se dedicar ao sonho que ela e a mãe, Aparecida de Fátima, tinham de criar o próprio negócio na área de alimentação. Tudo ocorreu após um processo difícil e doloroso de luto, quando a mãe se despediu da vida, após um câncer de mama.

Foi então que, neste ano, Ana reuniu forças e usou as receitinhas prediletas da mãe para seguir e frente e realizar o sonho de Aparecida, assim surgiu a Taufik Cozinha Árabe que, atualmente, só funciona no estilo delivery e pedido deve ser feito com antecedência.

Sem querer, Ana acabou escolhendo o nome do empreendimento, que é uma variação do sobrenome do avô. Com significado de “Boa ventura”, o negócio serve todas as delícias árabes que os apaixonados dessa culinária podem imaginar. O que não falta é variedade no cardápio, que contempla o cliente desde as pastas até o combo de salgados.

Hommus tahine, babaganoush, caponata de berinjela, tabule, fattoush,  salada síria, quibe crú da casa, charuto de folha de couve, arroz mijadra, arroz marroquino, batata à moda, além das conhecidas esfihas abertas, que são preparadas com muito amor e carinho pela Ana.

Comida árabe é a especialidade do negócio que era sonho de mãe e filha. (Foto: Pedro Shimith)
Comida árabe é a especialidade do negócio que era sonho de mãe e filha. (Foto: Pedro Shimith)

Dentre os pratos disponíveis no cardápio, um deles é muito especial para a empreendedora. "O quibe cru da casa é a receita que a minha mãe fazia. Diferente do tradicional, o dela vai limão, azeite, muita pimenta, cebola ralada e hortelã”, explica.

Quem quiser experimentar qualquer prato do cardápio precisa se antecipar, pois a Ana pede 12h de antecedência para dar tempo de preparar cuidadosamente cada receita. “Essa comida tem que ser fresca, nós trabalhamos com carne crua, então eu não posso deixar a comida de um dia para o outro. Não é nada congelado. Eu quero manter a qualidade e o gostinho de comida de mãe”, fala.

E foi através da mãe que Ana herdou a paixão por cozinhar. Era na cozinha que ambas dividiam esse amor em comum e compartilhavam a ideia de um dia viverem dos pratos que cozinhavam. “Minha mãe sempre gostou da cultura árabe e passou isso pra mim. Eu e ela sempre tivemos o plano de trabalhar com a comida árabe, mas a vida foi indo e sempre aparecia alguma coisa”, diz.

Quibe cru é receita especial que Ana aprendeu com a mãe (Foto: Pedro Shimith)
Quibe cru é receita especial que Ana aprendeu com a mãe (Foto: Pedro Shimith)

Os contratempos adiaram os objetivos das duas e quando tudo estava tranquilo aconteceu a descoberta da doença. No final de 2017, Aparecida de Fátima foi diagnosticada com o câncer que seguiu tratando até agosto de 2019 quando faleceu aos 53 anos.

Ainda na fase do luto, cerca de 15 dias depois da morte da mãe, Ana descobriu que estava grávida da primeira filha, Maria Carolina. Em meio a um turbilhão de emoções e acontecimentos, a engenheira civil começou a desenvolver o projeto do estabelecimento que começou a funcionar em julho deste ano.

Na visão da proprietária, o negócio está indo melhor do que esperava. Ao lado do marido, Diego da Conceição Santos Oliveira, Ana enfatiza que está feliz administrando o negócio. “Eu me sinto muito grata, eu sinto que minha mãe tá vendo e me ajudando. Era um sonho dela, mas mesmo sem ela estou realizando agora junto com a minha família”, conclui.

Aceitando encomendas de segunda à domingo, das 7h às 00h. Os pedidos podem ser feitos através do telefone (67) 9. 9828-5194.

Matéria editada às 17h43 para correção do número de celular*

Mãe e filha dividiam amor em comum pela culinária àrabe (Foto: Arquivo pessoal)
Mãe e filha dividiam amor em comum pela culinária àrabe (Foto: Arquivo pessoal)
Ao lado do marido Diego, empreendedora cuida do negócio que começou neste ano (Foto: Jéssica Fernandes)
Ao lado do marido Diego, empreendedora cuida do negócio que começou neste ano (Foto: Jéssica Fernandes)

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário