ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  12    CAMPO GRANDE 20º

Sabor

Receita de falafel faz família investir em delivery de lanchinhos árabes

Amira e Kassem gostam de cozinhar e para encarar pandemia, transformaram hobby em fonte de renda aos fins de semana

Por Alana Portela | 29/06/2020 06:25
Lanche falafel, feito com pão árabe e com bolinhos à base de grão-de-bico. (Foto: Kísie Ainoã)
Lanche falafel, feito com pão árabe e com bolinhos à base de grão-de-bico. (Foto: Kísie Ainoã)

Na tentativa de encarar a pandemia do coronavírus de uma forma mais leve, Amira Hijazi Ghaddara e Kassem Abu Ghaddara criaram um delivery de lanches árabes em Campo Grande. O gosto pela cozinha fez o casal transformar o hobby numa fonte de renda. A produção acontece apenas aos sábados, das 10h às 14h.

“A importância de estarmos juntos neste momento delicado que o mundo enfrenta, é ver que o companheirismo e a união familiar nos dão forças para seguirmos em frente. A culinária é nosso prazer diário e fazemos com o intuito de agradar o paladar das pessoas ao redor. Isso é um acalento em meio a tanto caos”, destaca o casal.

Amira tem 53 anos, é nascida em Porto Velho, mas mudou-se para Campo Grande quando tinha apenas três anos de idade. Enquanto Kassem tem 54, é nascido no Líbano e veio para o Brasil em 1988. O casal conversa com o Lado B e fala da proposta de unir o útil ao agradável.

Lanche falafel ainda aberto, sendo montado com os recheios de bolinho de grão-de-bico, tomate, pepino e salsinha. (Foto: Kísie Ainoã)
Lanche falafel ainda aberto, sendo montado com os recheios de bolinho de grão-de-bico, tomate, pepino e salsinha. (Foto: Kísie Ainoã)

“Estamos casados há 31 anos e somos amantes da culinária, principalmente a árabe. Meu marido tinha uma lanchonete no Líbano e trabalhava com a culinária, principalmente os lanches que hoje estamos fazendo aqui”, explica Amira.

O cardápio é diversificado, possui opções para quem gosta de saborear uma carne preparada com temperos árabes e também conta com lanches vegetarianos.

“Os lanches foram ensinados por um chefe árabe. A receita já é pronta, porém pode ser adaptada facilmente de acordo com o gosto do cliente”, afirmam o casal sobre a produção.

Entre as opções mais pedidas está o falafel, um lanche vegetariano. O pedido costuma acompanhar pão árabe, tomate, pepino em conserva, salsinha e bolinho de falafel, feito à base de grão-de-bico. Além disso, o casal acrescenta um molho secreto para dar aquele toque especial e realçar o gosto da receita. “Ele possui um sabor próprio”, diz Amira.

Além disso, Amira e Kassem também preparam os três tipos de quibe para a clientela comer à vontade, o cru, o frito e o assado. Outras receitas do menu são o creme de berinjela, creme de grão-de-bico, coalhada, charuto de repolho, charuto de folha de uva.

“O charuto de folha de uva é feito de duas maneiras. No recheio da primeira tem arroz e carne moída temperada, no da segunda é apenas com arroz e verduras temperadas”, fala Amira.

Outra opção é a kafta, é uma espécie do bolo de carne no espeto. “Temos ainda o X- tawouk, que é feito com pedaços de frango temperados de um dia para o outro, assado na chapa ou na brasa, acompanhado com salada de repolho, maionese, pasta de alho, batata frita, pepino em conserva, tomate, alface americana e molho especial”, contam.

Maamoul é uma opção de doce árabe, que também está no cardápio. (Foto: Arquivo pessoal)
Maamoul é uma opção de doce árabe, que também está no cardápio. (Foto: Arquivo pessoal)

O shawarma é mais um pedido de lanche árabe e pode ser feito tanto com carne bovina, quanto com frango ou misturado com os dois tipos. “Acompanha pasta de alho, batata frita, tomate, pepino em conserva, e o molho especial”, explica.

No menu também tem opções de doces como “namura”, à base de semolina fina e manteiga, que é assado e acrescenta molho derretido por cima e o “maamoul”, produzido com trigo, manteiga sem sal, água de flor de laranjeira e recheado com nozes.

O casal também comenta sobre a produção ser apenas no sábado. “É pela procura. Escolhemos um dia da semana para realizar as encomendas e o sábado ficou como o principal”.

Para quem ainda não conhece, o delivery funciona apenas das 10h às 14h e a cada sábado, Amira e Kassem escolhem uma das receitas do cardápio para produzirem no dia. “Os lanches são intercalados e avisamos qual vai ser pelo nosso Instagram”, dizem.

A demanda dos pedidos é organizada pela família, que também realiza a entrega dos lanches. Apesar do delivery funcionar apenas nos fins de semana, o casal abre algumas exceções. “Aceitamos outras encomendas a qualquer dia da semana, de acordo com que o cliente quiser”, declaram.

 Serviços – Os pedidos podem ser feitos através do número (67) 98148-1144 ou pelo @abufalafelcg.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Servidos no prato, os lanches falafel cortados ao meio, com mais dois bolinhos de falafel separados, pepino em conserva e salsinha prontos para serem saboreados. (Foto: Kísie Ainoã)
Servidos no prato, os lanches falafel cortados ao meio, com mais dois bolinhos de falafel separados, pepino em conserva e salsinha prontos para serem saboreados. (Foto: Kísie Ainoã)