A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

15/08/2018 08:03

Restaurante traz pratos originais do Japão e serve "katsudon" na Vila Gomes

Outra opção é o "yakitori", que remete a um espetinho tradicional brasileiro, não fosse pelo sabor agridoce.

Thaís Pimenta
Katsudan faz sucesso no restaurante mesmo sendo um prato tradicional japonês. (Foto: Thaís Pimenta)Katsudan faz sucesso no restaurante mesmo sendo um prato tradicional japonês. (Foto: Thaís Pimenta)

A tradição, claro, veio da família. Mas foi na cara e na coragem que o casal Patrícia Shimabukuro Arikado, de 43 anos, e Marcio Arikado, de 46 anos, decidiu abrir mão de ajudar a barraca da família na Feira Central para abrirem seu próprio restaurante na Vila Gomes. E ali eles usaram das receitas passadas de geração a geração, tradicionais no Japão, para trazer um diferencial ao Hinomaru.

Já tem alguns anos que tem gente que volta ao Hinomaru para comer o katsudon, um prato que funciona como PF no Japão, que traz um pedaço de lombo de porco empanado com panko, gohan, que é o arroz japonês, omelete com cebola, molho tarê por cima, nori - a alga- e a cebolinha. E é o gengibre-vermelho, que acompanha tudo isso, que dá o grande tcham no sabor.

Patricia e Marcio se casaram no Japão. (Foto: Thaís PImenta)Patricia e Marcio se casaram no Japão. (Foto: Thaís PImenta)

Este é um prato que já faz sucesso por lá e tem gente que vai lá só pra comê-lo mais uma vez. "A gente acha isso até curioso. Prova que o campo-grandense gosta de coisas além do sushi, do sobá, que já sabemos que é bem querido por aqui".

Servindo até duas pessoas, o katsudon custa R$ 29,00, mesmo valor do yakitori, que remete a um espetinho tradicional brasileiro, não fosse pelo sabor agridoce. 

"Junto do gohan servimos cinco espetinhos, dois de frango, dois suínos e um de filé mignon. Eles são melados no molho tarê e trazem fatias de cebola entre cada pedaço do carne. Nesse a gente também traz o gengibre-vermelho", explica Patricia.

Mas antes de fazer o pedido, o cliente recebe na mesa um caldinho de feijão especial, cortesia da casa. "A gente notou que eles gostam disso e virou um mimo pro cliente".

Porção de Yakitori custa R$ 29,00 e serve bem duas pessoas. (Foto: Thaís Pimenta)Porção de Yakitori custa R$ 29,00 e serve bem duas pessoas. (Foto: Thaís Pimenta)

Patricia acredita que esses diferenciais atraem descendentes e gente que gosta de experimentar novidades. "É bacana de ver. Hoje mesmo um senhor pediu para experimentar e já levou pra casa uma porção do katsudan".

Além destes pratos, o Hinomaru serve espetinhos, grandes pasteis a R$ 10,00, sobá, yakisoba, yakimeshi, tempurá, dobradinha, bife a parmegiana e porções clássicas, como a de batata frita.

Ter o cantinho próprio era o sonho do casal que se conheceu quando moravam no Japão, na cidade de Toyahasi. "Ele era do Pará e eu de Campo Grande. Nos conhecemos e nos casamos no Japão, e eu consegui trazê-lo pra Campo Grande comigo. Foi um período de muita luta, trabalho na feira, até que conseguimos o sonho do próprio restaurante".

O restaurante fica na Rua Goiás, 2112, Vila Gomes e atende também pelo delivery. 

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.