ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 20º

Lado Rural

Mais de 85% dos produtos da Ceasa são importados de estados vizinhos

São Paulo, Paraná e Minas Gerais são os que mais fornecem para Mato Grosso do Sul

Por Izabela Cavalcanti | 01/08/2022 09:41
Mandioca se destaca como a maior cultura produzida em Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/Famasul)
Mandioca se destaca como a maior cultura produzida em Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/Famasul)

Mais de 85% dos produtos comercializados pela Ceasa/MS (Central de Abastecimento de Mato Grosso do Sul) são importados de estados vizinhos. A informação faz parte do estudo técnico feito pela Famasul, com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), entre 2020 e 2022, destacando os itens mais produzidos no Estado.

Entre os estados que mais fornecem estão: São Paulo, Paraná e Minas Gerais. Na Ceasa, as maiores comercializações em volume são de banana, tomate, batata, laranja, melancia e cebola.

Segundo Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE, o sul-mato-grossense consumiu 28,7 e 26,4 quilos de hortaliças e frutas, entre 2017 e 2018. Com isso, ficou em 4º lugar como maior estado consumidor de hortaliças e 12º em frutas.

De acordo com a analista técnica do Sistema Famasul, Laura Cortez, ainda existe espaço para ampliar a horticultura no Estado.

Produção potencial – "Somos destaque na produção de carnes, grãos, cana-de-açúcar e produtos florestais, mas a produção de hortifrutis no estado é ainda pequena. Porém, há um potencial para expansão da fruticultura e olericultura, visto que existe demanda e boa rentabilidade da atividade, mesmo em pequenas áreas”, destaca.

Em 2020, Mato Grosso do Sul teve aproximadamente 44 mil hectares de área colhida em hortifruti. A mandioca se destaca como a maior cultura produzida, com mais de 39,9 mil hectares. Em seguida está a melancia e a banana, com 1,2 mil hectares cada. A laranja conta com mais de mil hectares.

Nos siga no Google Notícias