ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 28º

Lado Rural

Recorde, segunda safra do milho rende 14,2 milhões de toneladas em MS

Segundo o Projeto Siga-MS, a produtividade média do grão chegou a 100,6 sacas por hectare neste ano

Por José Roberto dos Santos | 11/12/2023 12:50
Colheitadeira descarrega milho em vagão em propriedade rural de MS; segunda safra 2023 registrou novo recorde. (Foto: Arquivo Governo MS)
Colheitadeira descarrega milho em vagão em propriedade rural de MS; segunda safra 2023 registrou novo recorde. (Foto: Arquivo Governo MS)

A área plantada de milho na segunda safra 2022-2023 em Mato Grosso do Sul alcançou a marca de 2,35 milhões de hectares e a produtividade média ponderada foi de 100,64 sacas por hectare, gerando uma produção total de 14,2 milhões de toneladas no ciclo. O milho representa a segunda maior produção de grãos em MS, só perdendo para a soja, que fechou a safra 2022-23 com 15 milhões de toneladas.

As médias ponderadas de produtividade por regiões foram de: 128,60 sc/ha para região norte, que representa aproximadamente 11,1% da área acompanhada pelo projeto; 100,13 sc/ha para a região centro, que representa cerca de 20,9% área acompanhada pelo Siga-MS e 96,25 sc/ha para região sul, que representa aproximadamente 68,0% da área de cultivo acompanhada pelo projeto.

Entre a safra 2012/2013 e a safra 2022/2023, portanto num período de 10 anos, a produção de milho em MS aumentou em 81,3%, a área plantada aumentou 49,8% e a produtividade aumentou em 21,0%. Em relação ao ciclo anterior, o atual ciclo registrou um crescimento de 10,1% na produção, passando de 12,7 milhões de toneladas para 14,2 milhões. Em relação à área plantada, o crescimento observado foi de 6,75% de um ciclo para outro.

Área plantada de milho cresceu 6,75% de 2022 para 2023. (Foto: Divulgação/Aprosoja-MS)
Área plantada de milho cresceu 6,75% de 2022 para 2023. (Foto: Divulgação/Aprosoja-MS)

Produtividade recorde

A produtividade média ponderada para Mato Grosso do Sul apresentou mais um recorde de produção, beneficiada pelas chuvas em períodos decisivos do desenvolvimento da cultura. Isso manteve a regularidade nas condições das lavouras e minimizou a influência dos efeitos climáticos adversos à produção.

Assim, segundo o relatório publicado pela Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), foi possível garantir a manutenção da produtividade nas principais regiões produtoras do Estado, como sul e centro, que detêm 88,9% da produção.

Os principais municípios produtores de milho do Estado, como Maracaju, Sidrolândia, Ponta Porã, Dourados e Rio Brilhante, quando somados, representam 42% na média estadual e apresentaram médias entre 98 e 106 sc/ha. Também tivemos municípios que influenciaram positivamente na região norte, como Alcinópolis, Chapadão do Sul, Costa Rica, Figueirão, Paranaíba, São Gabriel do Oeste e Coxim. Isso se deve ao plantio antecipado, melhor fotoperíodo e à adoção das melhores tecnologias aplicadas ao manejo da cultura. Alcinópolis foi o município que registrou a maior média ponderada em produtividade do milho: 156,15 sacas por hectare.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O levantamento da produtividade de milho foi realizado por técnicos do projeto Siga-MS (Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio de MS) entre os dias 26 de junho e 16 de novembro de 2023, completando 18 semanas de acompanhamento, que permitiu obter uma amostragem significativa de 1.039 propriedades, em 1,028 milhão de hectares, tendo em vista os diferentes níveis de produtividade relacionados à época de plantio.

Clique no link abaixo e acesse o Boletim Casa Rural da produção de milho em MS.

538 - BOLETIM SEMANAL CASA RURAL - AGRICULTURA - CIRCULAR 538 - PRODUTIVIDADE DE MILHO 2 SAFRA 2022-2023 11.12.2023 (1).pdf

* Matéria editada às 13h46 para correção de informação.

Nos siga no Google Notícias