A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

19/03/2015 10:03

Audiência pública discute questão da água na Capital nesta quinta-feira

Flávia Lima
Preservação de mananciais será um dos temas debatidos na audiência. (Foto:Marcelo Calazans)Preservação de mananciais será um dos temas debatidos na audiência. (Foto:Marcelo Calazans)

Questões relacionadas a água e a preservação dos mananciais e dos 33 córregos que existem em Campo Grande, serão debatidas na tarde desta quinta-feira, a partir das 14 horas, na Câmara Municipal. De acordo com o vereador e presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente da Câmara, Eduardo Romero (PT do B).

Entre os temas que serão abordados está a preocupação com a preservação e as políticas públicas existentes de compensação do setor. Atualmente a Capital capta águas superficiais e subterrâneas. As primeiras correspondem a 54% do que é consumido, explorando as bacias do Guariroba (38%) e a do Lageado (16%), e o restante vem dos 144 poços em funcionamento na Capital, que ofertam 46% para o consumo.

Romero acompanha a questão dos mananciais da cidade há mais de 15 anos e desde então alertava sobre a necessidade de preservação, comprometimento do poder público e proprietários rurais para evitar ameaças ambientais e consequentemente falta de água na cidade.

Na audiência pública também serão discutidas as condições dos mananciais da cidade, a necessidade de parques lineares implantados e com manutenção, sistemas de captação de água, programas como o Manancial Vivo, que por meio de Pagamento de Serviços Ambientais (PSA) ficam determinadas ações de manutenção como forma de preservação.

Outro assunto que deve ser discutido é a necessidade de um plano de drenagem eficaz. 'O assunto água possui um grande leque de temas para ser debatido pelos poderes e a sociedade. Por isso, quem participa da audiência contribui e esclarece', ressalta Eduardo Romero.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions