ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 17º

Meio Ambiente

Bombeiros terão 13 novas bases para combater incêndios no Pantanal

Viatura, equipamentos e suprimentos são enviados até elas pelo Rio Paraguai

Por Cassia Modena | 15/05/2024 10:09
Viatura segue em barca, pelo Rio Paraguai, até uma das novas bases (Foto: Saul Schramm/Governo de MS)
Viatura segue em barca, pelo Rio Paraguai, até uma das novas bases (Foto: Saul Schramm/Governo de MS)

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul terá mais 13 bases do tipo avançadas para combater incêndios no Pantanal. Viatura para transporte de água e materiais que vão equipá-las começaram a ser enviados ontem (14) por uma barca, pelo Rio Paraguai.

As primeiras a receber serão quatro localizadas nas regiões conhecidas como Jatobazinho, Barra do São Lourenço, Redário e Santa Mônica. Na mais distante, a embarcação pode demorar até dois dias para chegar, segundo informou o Corpo de Bombeiros.

A da Barra do São Lourenço receberá apenas reforço na estrutura, pois já conta com equipe desde o fim de abril. Ela foi montada antecipadamente para que brigadistas pudessem ajudar a combater incêndio na divisa entre a porção sul-mato-grossense do bioma com a mato-grossense.

Outras - Nesta quarta-feira (15), mais três bases serão fixadas: na Fazenda Novo Horizonte, no Forte Coimbra e em Campo Lourdes.

A previsão é instalar mais seis bases na semana que vem, totalizando 13. Elas estarão localizadas nos municípios de Miranda, Porto Murtinho, Costa Rica e Naviraí.

Carrocerias de caminhonetes levam suprimentos e equipamentos para as bases (Foto: Saul Schramm/Governo de MS)
Carrocerias de caminhonetes levam suprimentos e equipamentos para as bases (Foto: Saul Schramm/Governo de MS)

Estrutura - Caixas térmicas, frigobar, motor, moto-gerador, equipamentos de combate a incêndios e utensílios de cozinha foram as cargas enviadas para que as equipes do Corpo de Bombeiros consigam ficar em locais distantes por dias, se necessário, para parar o fogo.

Em períodos que não houver combate, os locais serão utilizados para fazer ações de prevenção, educação ambiental e capacitação de brigadistas, também de acordo com o Corpo de Bombeiros.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.



Nos siga no Google Notícias