ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 22º

Meio Ambiente

Com fogo controlado, última turma de brigadistas deixa a Serra do Amolar

Incêndios começaram a atingir a região pantaneira há dez dias

Por Cassia Modena | 05/02/2024 07:55
Brigadistas trabalhando no domingo (4) para conter os últimos focos (Foto: Divulgação/IHP)
Brigadistas trabalhando no domingo (4) para conter os últimos focos (Foto: Divulgação/IHP)

Após 10 dias pegando fogo, a Serra do Amolar finalmente respira livre dos focos nesta segunda-feira (5). Incêndios começaram a atingir a região pantaneira em 27 de janeiro, num mês chuvoso e atípico para essas ocorrências.

Brigadistas estão deixando o local neste momento, segundo o coordenador das operações de combate aos incêndios do IHP (Instituto Homem Pantaneiro), coronel Ângelo Rabelo.

"Estamos desmobilizando aqui já, graças a Deus, a situação do fogo está sob controle. Começamos ontem, e hoje sai a última turma de brigadistas", ele falou.

Brigadista do IHP que atuava contra o fogo em embarcação (Foto: Divulgação/IHP)
Brigadista do IHP que atuava contra o fogo em embarcação (Foto: Divulgação/IHP)

Até o último sábado (3), cerca de 2,5 mil hectares haviam sido consumidos pelas chamas. O balanço oficial da área total queimada ainda não foi divulgado pelo Corpo de Bombeiros.

Dificuldades - A Serra do Amolar é um região de difícil acesso, que está alagada. As equipes empregadas tiveram que atuar no combate terrestre, na água e no ar, com dois helicópteros.

Aeronaves que auxiliaram no combate, estacionadas na base de brigadistas da Amolar (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Aeronaves que auxiliaram no combate, estacionadas na base de brigadistas da Amolar (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Equipe extra de quatro militares foi enviada no sábado (3), para vencer o fogo. Chuvas que caíram na região na semana passada também acabaram ajudando.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias