ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 10º

Meio Ambiente

Helicóptero enviado para combater fogo no Pantanal reconhece área

Apesar da fumaça, brigadistas deslocaram aeronave para apoiar equipe que atua via terréstre

Por Jéssica Fernandes | 23/06/2024 16:33
Helicóptero do Ibama na Base da Brigada do Prevfogo. (Foto: Márcio Yule)
Helicóptero do Ibama na Base da Brigada do Prevfogo. (Foto: Márcio Yule)

O helicóptero B3 do Ibama já está em Corumbá, a 428 km de Campo Grande. Enviada para auxiliar no combate aos incêndios que atingem o Pantanal, a aeronave passou por teste de reconhecimento neste domingo (23) pela equipe do Prevfogo.

Essa ainda não é a estreia oficial do helicóptero no combate via aéreo já que a fumaça ainda está densa na região. Com capacidade para transportar quatro brigadistas e 600 litros de água, o modelo deve ser usado amanhã caso as condições do tempo melhorem. Por enquanto, ele está na Base da Brigada do Prevfogo.

O coordenador estadual do Prevfogo do Ibama em Mato Grosso do Sul, Márcio Yule, comenta que o helicóptero sobrevoou alguns pontos nesta manhã. “Usamos o helicóptero para fazer reconhecimento, apoiando no combate dos brigadistas que estão via terrestre atuando no Pantanal do Abobral”, explica.

Além do helicóptero, o Prevfogo recebeu os aviões ir Tractor que são do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) e estão no Aeroporto Internacional de Corumbá. Esses dois podem auxiliar no transporte de 1.800 a 2.500 litros de água.

Combate neste domingo - Conforme o coordenador estadual do Prevfogo do Ibama em Mato Grosso do Sul, a fumaça ‘prejudicou enormemente’ os trabalhos neste domingo. O nível da fumaça quase impediu que um avião comercial pousasse por falta de visibilidade na região.

No momento, a equipe de brigadistas concentra as ações de combate na região norte devido à situação do fogo nessa área e também para diminuir o incômodo que a população tem sentido devido à fuligem e fumaça espalhadas pelo vento que vem de norte e nordeste.

Agora, a brigada sul-mato-grossense aguarda a chegada de mais aeronaves que serão disponibilizadas pelo Governo Federal. A expectativa, segundo Márcio Yule, também é pela chegada de mais 100 brigadistas na quarta-feira.

O efetivo, segundo ele, irá não só ajudar no combate, mas também trazer um respiro para a equipe que desde 1º de junho atua sem parar para combater o fogo no Pantanal. “Acionamos mais brigadistas do Brasil para poder dar um refresco para os que estão aqui desde o dia primeiro atuando na Baía Negra e na proteção de Ladário”, destaca.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias