ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  13    CAMPO GRANDE 28º

Meio Ambiente

Ibama aplicou R$ 51 milhões em multas no MS em 2010

Por Jorge Almoas | 21/12/2010 15:32
 Ibama aplicou R$ 51 milhões em multas no MS em 2010

O Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) em Mato Grosso do Sul aplicou 283 autos de infração, totalizando R$ 51 milhões em multas, por conta de irregularidades ou crimes cometidos contra o meio ambiente. As fiscalizações se concentram nos biomas Pantanal e Cerrado.

Entre as situações mais frequentes estão os desmatamentos e a derrubada de mata para produção de carvão em Mato Grosso do Sul.

Para citar exemplos, o Ibama realizou com êxito operações contra desmatamentos, gerando mais de R$ 30 milhões em multas, embargou mais de 5 mil hectares de áreas desmatadas sem autorização e flagrou mais de 10 mil hectares desmatados na Bacia do Alto Paraguai.

Em 2008, o Ibama de Mato Grosso do Sul aplicou 268 autos de infração referentes a desmatamento para produção de carvão. Neste ano, o número de infrações caiu para 120.

 Ibama aplicou R$ 51 milhões em multas no MS em 2010

A maior parte dos crimes ambientais praticados em 2010 envolve desmatamentos nos três biomas sul-mato-grossenses (Pantanal, Cerrado e Mata Atlântica, na região sul e sudeste do Estado).

No caso de crimes contra a fauna, como o tráfico de animais silvestres, criatórios irregulares e biopirataria, as multas somam R$ 19 milhões.

Campo Grande fica no topo da lista dos maiores infratores ambientais, com 38 casos. Em Corumbá, na região do Pantanal, foram flagrados os maiores desmatamentos de 2010.