A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

16/07/2018 12:30

Inscrições estão abertas para programa que preserva APA do córrego Guariroba

Programa Manancial Vivo destinou R$ 1,4 milhão aos produtores da APA do córrego Guariroba. Ações são desenvolvidas pela Prefeitura com parceria de diversas instituições

Izabela Sanchez
Área de Proteção Ambiental do córrego Guariroba (Divulgação/PMCG)
Área de Proteção Ambiental do córrego Guariroba (Divulgação/PMCG)

Desenvolvido pela Prefeitura em parceria com diversas instituições, o PMV (Programa Manancial Vivo) está com inscrições abertas. A Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana) recebe as propostas voltadas à Conservação de solo, água e florestas, restauração em APP (Áreas de Preservação Permanente) e ao recebimento de Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA) no município de Campo Grande.

O Programa funciona por adesão voluntária de restauração do potencial hídrico e do controle da poluição difusa no meio rural. O PMV também prevê adequação ambiental e pagamento por serviços ambientais aos produtores rurais.

Por meio do PMV, a Prefeitura de Campo Grande destina R$ 1,4 milhão aos produtores rurais da APA (Área de Produção Ambiental) do córrego Guariroba. O dinheiro destina-se aos produtores que adotaram as diretrizes do programa.

Juntos eles já receberam R$175 mil no primeiro semestre, além de R$ 883 mil referentes aos PSA (Pagamentos por Serviços Ambientais) realizados nas propriedades.

As propostas podem ser apresentadas até o dia 30 de setembro. A Semadur enfatiza que apenas os documentos apresentados até a data estabelecida em edital estarão aptos a participar da seleção. As propostas deverão ser apresentadas na Semadur, situada na Rua Cândido Mariano n. 2655 (Central de Atendimento ao Cidadão – CAC) Mesa K42, das 08 às 16h.

PMV - O pagamento ocorre por meio de práticas e manejos conservacionistas, além da melhoria da distribuição da cobertura florestal na paisagem. Dessa forma, as práticas contribuem para o aumento da infiltração de água e para o abatimento efetivo da erosão, sedimentação e incremento de biodiversidade.

O PMV tem apoio do Programa Água Brasil, WWF-Brasil, do Programa Produtor de Águas da Agência Nacional de Águas (ANA), Ministério Público Estadual, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Associação de Recuperação Conservação e Proteção da Bacia do Guariroba (ARCP Guariroba), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Embrapa Gado de Corte, Conselho Municipal de Meio Ambiente (CMMA), Conselho Gestor da APA GUARIROBA, Sindicato Rural de Campo Grande, Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Águas Guariroba, Universidade Católica Dom Bosco (UCDB),Anhanguera Uniderp e TBG



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions