A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

25/09/2019 20:16

Instituto instala 4 ninhos artificiais em atrativo do ecoturismo em Bonito

Estância Mimosa Ecoturismo ainda deve receber mais seis ninhos nos próximos meses

Adriano Fernandes
Pesquisador instalando um dos ninhos em uma árvore. (Foto: Divulgação) Pesquisador instalando um dos ninhos em uma árvore. (Foto: Divulgação)

A Estância Mimosa Ecoturismo, um dos principais e mais preservados atrativos do ecoturismo em Bonito, recebeu nesta quarta-feira (25) quatro ninhos artificiais às margens de sua RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) e na fazenda.

A instalação dos ninhos é resultado de uma parceria da estância com o Instituto Arara Azul. O objetivo é que os ninhos sejam utilizados como abrigo tanto para as araras azuis, bem como de outras como a arara-vermelha e a arara-canindé, além de auxiliar na reprodução das espécies.

“Hoje é um dia muito especial para a Estância Mimosa e esperamos que a fazenda possa ser um belo abrigo para as aves”, comentou Thyago Sabino, gerente da Estância Mimosa. Estão previstas visitas de monitoramento e a instalação de mais seis ninhos no atrativo.

Além da Estância Mimosa, o Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, integrantes do Grupo Rio da Prata localizados em Jardim (MS), também mantém a parceria com o projeto Arara Azul, desde fevereiro de 2012 quando foram instalados os primeiros ninhos artificiais nas dependências das fazendas.

Arara Azul

O Projeto Arara Azul estuda a biologia e as relações ecológicas da arara-azul-grande, uma das espécies de aves mais ameaçadas da fauna brasileira. Os pesquisadores realizam o manejo e promovem a conservação do animal em seu ambiente natural, além de estudar a biologia reprodutiva das araras vermelhas, tucanos, gaviões, corujas, pato-do-mato e outras espécies que co-habitam com a arara azul no Pantanal.

O projeto compreende o acompanhamento das araras na natureza, o monitoramento de ninhos naturais e artificiais numa área de mais de 400 mil hectares além do trabalho, em conjunto com proprietários locais, de conservação da espécie.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions