A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Março de 2017

08/04/2015 12:05

MPE abre 36 inquéritos para investigar propriedades em área de preservação

Viviane Oliveira
Uma das APA do Lajeado, que fica no bairro Maria Aparecida Pedrossian. (Foto: Cleber Gelio)Uma das APA do Lajeado, que fica no bairro Maria Aparecida Pedrossian. (Foto: Cleber Gelio)

O MPE (Ministério Público Estadual) de Mato Grosso do Sul abriu nesta quarta-feira (8) 36 inquéritos civis para apurar se os donos de propriedades rurais localizadas na APA (Área de Preservação Ambiental), do Lajeado, em Campo Grande, estão preservando a área de acordo com as regras ambientais. Os inquéritos tramitam na 42ª Promotoria de Justiça.

A microbacia do Lajeado fica no Sudoeste da cidade, que abrange parte dos bairros: Centenário, Lajeado, Los Angeles, Centro Oeste, Alves Pereira, Moreninha, Universitário, Rita Vieira, Tiradentes, Maria Aparecida Pedrossian, Chácara Cachoeira, Veraneio e Noroeste.

Propriedades na Bacia do Guariroba também são investigadas pelo órgão. Em fevereiro deste ano, o MPE notificou proprietários de dez fazendas para apurar possíveis irregularidades jurídico-ambientais na área de proteção. 

Hoje, o córrego Guariroba é responsável por 40% da distribuição da água utilizada em Campo Grande, depois vem o Lageado com 16%. A APA do córrego Lajeado, em Campo Grande, tem 5.194 hectares, desses, 22% correspondem a zona de conservação e o desenvolvimento das atividades urbanas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions