ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 23º

Meio Ambiente

Na virada de domingo para segunda, céu terá “Superlua de Sangue”

A dica é dormir cedo e acordar na madrugada, porque o melhor horário deve ser às 3:41 horas, embora continue visível.

Por Ângela Kempfer | 20/01/2019 15:00
Imagem da Superlua de Sangue vista em julho de 2018. (Foto: Divulgação Observatório Nacional)
Imagem da Superlua de Sangue vista em julho de 2018. (Foto: Divulgação Observatório Nacional)

Entre 0h34 e 3h51 (horário de Mato Grosso do Sul) o céu vai exibir o primeiro eclipse de 2019 e em grande estilo. Chamada de “Superlua de Sangue”, é bom aproveitar a oportunidade de assistir ao fenômeno, porque será o último alinhamento da Terra com o sol visível até 2022 no Brasil.

Para acompanhar, não é preciso nenhum aparelho, desde que o tempo ajude. A previsão é positiva, com nuvens à noite, mas melhora na madrugada. A cena dever ser mais interessante neste domingo porque vai acontecer bem na época em que a Lua parece maior, por estar mais perto da Terra.

A dica é dormir cedo e acordar na madrugada, porque o melhor horário deve ser às 3:41 horas, embora continue visível.

A Lua será encoberta pela sombra da Terra, ganhará tom avermelhado, como o que ocorreu em julho de 2018, mas poderá ser observado por mais tempo em todas as cidades do País.

A equipe do Observatório Nacional esclarece que durante o fenômeno, os raios de sol não chegam na Lua diretamente, apenas algumas faixas de frequência

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário