ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 29º

Meio Ambiente

Produtora corta aroeira e angico sem autorização e recebe multa de R$ 80 mil

Na fazenda localizada em Aquidauana, a PMA encontrou 433 lascas

Por Nadyenka Castro | 30/01/2013 11:38
Lascas de madeira encontradas na fazenda. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Lascas de madeira encontradas na fazenda. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Uma produtora rural foi multada em R$ 80 mil pelo corte sem autorização de aroeira e angico plantados na reserva da fazenda dela, localizada em Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande.

A PMA (Polícia Militar Ambiental) fazia fiscalização nas propriedades do município e encontrou em uma delas 223 lascas de aroeira e 210 de angico. Também havia lascas de ipê.

Na fazenda os policiais flagraram um homem fazendo corte de árvores com motosserra. Ele foi preso em flagrante, solto após fiança e terá que pagar multa de R$ 2 mil. O equipamento foi apreendido.

Conforme a PMA, a dona da fazenda mora em Campo Grande e foi multada em R$ 80 mil por possuir e utilizar produto de origem florestal da espécie aroeira sem autorização ambiental. Ela também responderá por crime ambiental e poderá pegar pena de um a dois anos de reclusão.

De acordo com a PMA, a portaria 83 N de 1991 do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis), proíbe o corte da aroeira e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário