A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

31/08/2019 09:50

Proibição de queimadas controladas só vale para a Amazônia, decide governo

Edição extra do Diário Oficial da União trouxe mudança em medida que havia sido publicada na quinta-feira

Marta Ferreira
Imagem da Nasa mostra fumaça de queimadas na Amazônia, região onde o uso do fogo para limpar áreas está proibido por 60 dias. (Foto: Nasa)Imagem da Nasa mostra fumaça de queimadas na Amazônia, região onde o uso do fogo para limpar áreas está proibido por 60 dias. (Foto: Nasa)

Depois de publicar decreto na quinta-feira (29), proibindo as queimadas em todo o território nacional, o governo federal, alterou a medida nesta sexta-feira, com nova publicação em edição extra do Diário Oficial da União. O decreto, agora, estabelece que a proibição só vale para a Amazônia Legal, onde o uso do fogo, comum na atividade agropecuária, principalmente para limpeza de áreas de pastagem, está proibido por 60 dias.

A medida, segundo o governo federal, “é excepcional e temporária e se soma às respostas aos incêndios que atingem várias regiões do país nesse período de seca, inclusive a região amazônica.”

A região da Amazônia Legal compreende os sete estados da região Norte (Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins), além de Maranhão e Mato Grosso. É diferente do bioma Amazônia, que abrange também terras de países vizinhos como Bolívia, Venezuela, Equador, Peru e Guianas.

O novo decreto estabelece que a suspensão não se aplica a "práticas agrícolas, fora da Amazônia Legal, quando imprescindíveis à realização da operação de colheita".

Para fazer a chamada queimada controlada é preciso autorização prévia de órgão ambiental estadual, que poderá negá-la se forem constatados risco de vida, danos ambientais ou condições meteorológicas desfavoráveis.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions