ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 29º

Meio Ambiente

Projetos para recuperação do Taquari são apresentados em reunião

Por Marta Ferreira | 01/02/2011 17:02
Projetos tentam recuperar Rio Taquari, um dos mais degradados de MS. (Foto: Divulgação)
Projetos tentam recuperar Rio Taquari, um dos mais degradados de MS. (Foto: Divulgação)

Representantes dos municípios que integram a Bacia do Rio Taquari participaram nesta tarde (1º) de reunião técnica no Imasul (Instituto de Meio Ambiente do Estado) para a apresentação de todos os projetos ambientais que estão sendo desenvolvidos e serão aplicados na recuperação e preservação do Taquari. Os projetos aprovados pelo governo federal e que serão aplicados na recuperação e preservação do Rio Taquari recebem investimentos de aproximadamente R$ 5 milhões e têm contrapartida de 10% do governo do Estado

De acordo com o diretor de desenvolvimento do Imasul, Roberto Gonçalves, de cinco projetos previstos para ações ambientais na região, três já foram contratados. Um outro, segundo ele, já tem previsão de ser iniciado este ano.

Entre os projetos contratados estão os que prevêem formação de uma rede de viveiros, apoiar e promoção da recuperação de áreas degradadas, nascentes e matas ciliares e a adequação ambiental das propriedades rurais e a elaboração do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos para a Sub-Bacia do Rio Taquari. Esse ltimo já foi licitado e a empresa contratada apresentou o cronograma de trabalho para os representantes dos municípios.

Para a implantação de todos os planos ambientais, o governo do Estado apresentou os projetos que concorreram ao edital do Fundo Nacional de Meio Ambiente e venceu.

Segundo Roberto Gonçalves, entre as propostas já aprovadas, o mais importante é o projeto que está em fase final para iniciar a execução. “O Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos é o que tem maior monta de recursos e vamos executar junto à Agraer [Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural]. Este já tem uma empresa licitada e entra em fase de execução nos próximos meses”, afirmou o diretor de desenvolvimento do instituto.

Participação-Coordenador-geral dos Projetos do Taquari, Lorivaldo Antônio de Paula, afirmou que a participação dos municípios neste momento é bastante importante para a execução dos projetos. “São recursos que foram obtidos a partir de um trabalho de equipe e devemos continuar com este trabalho, com o apoio dos municípios”, diz.

Para apresentar o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, um dos engenheiros da empresa DMRT, ganhadora da licitação, reforçou que o apoio dos municípios será importante nesta fase do trabalho. Segundo o engenheiro Neif Salim Neto, o primeiro contato com os representantes municipais é importante para iniciar o trabalho e ter acesso a informações técnicas destas cidades para fundamentar o estudo que será desenvolvido no local.

As prefeitas Dinalva Mourão, de Coxim e Maura Jaja, de Pedro Gomes, participaram da reunião com representantes técnicos de municípios como Alcinópolis, Camapuã, Figueirão, Rio Verde e São Gabriel do Oeste, que também integram a região da Bacia do Taquari.

“Esta ação de iniciativa do Imasul vem ao encontro das necessidades dos municípios e dá suporte para trabalhar estas questões ambientais focadas no taquari com o aporte do governo do Estado”, afirmou a prefeita de Coxim, Dinalva Mourão.