ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 25º

Meio Ambiente

Seca faz gado e jacarés agonizarem atolados em lama no Pantanal de Nabileque

Animais agonizam com fome e sede atolados em lama ao lado de estrada

Liana Feitosa | 12/09/2022 17:54



A seca registrada no sul de Mato Grosso do Sul está causando sofrimento e colocando em risco a vida de animais. Na última sexta-feira (9), o corretor Hugo Tognini registrou bois e jacarés presos na lama na região do Pantanal Nabileque, na divisa das cidades de Porto Murtinho e Corumbá, a cerca de 430 quilômetros de Campo Grande.

“Chove, mas é muito pouco e esparsa. O Pantanal precisa de bastante chuva para voltar ao normal”, compartilha. “A cheia não veio ainda e o pantaneiro está aguardando ela. Quando a cheia volta, tudo se resolve, a natureza vive de novo, todo mundo vive tranquilo, os animais, a população. Tem fartura de peixe e de comida. Mas essa é a seca, o ciclo, né? Se Deus quiser em breve vai chover bem e tudo se resolve”, completa Tognini.

O vídeo foi divulgado na página MS Boiada, no Instagram, que compartilha a rotina de produtores rurais. Nas imagens é possível ver bois atolados na lama, magros, sem conseguirem sair. Ao lado deles estão vários jacarés, também com dificuldade de locomoção e bastante fracos. O gado é retirado por produtores rurais, enquanto os jacarés tentam deixar o local em meio à lama.

Situação semelhante foi registrada por Hugo em julho, também no Pantanal, quando jacarés mendigando água geraram comoção e debate sobre seca no Pantanal. Na época, os animais, muito fracos e magros por falta de alimentos e água na região, foram socorridos pelo Gretap MS (Grupo de Resgate Técnico Animal Cerrado Pantanal), depois que integrantes viram matéria sobre a situação no Campo Grande News.

Jacarés e boi disputam espaço na lama durante seca. (Foto: Reprodução / MS Boiada)
Jacarés e boi disputam espaço na lama durante seca. (Foto: Reprodução / MS Boiada)


Nos siga no Google Notícias