ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 32º

Meio Ambiente

Temporal derruba árvores, postes, painéis e fachadas de lojas em Dourados

Corpo de Bombeiros recebeu pelo menos 100 chamadas só de queda de árvores em vários pontos

Por Helio de Freitas, de Dourados | 15/10/2021 14:48
Árvore arrancada pela raiz em frente ao Clube Ubiratan. (Foto: Sidnei Bronka/Ligado na Notícia)
Árvore arrancada pela raiz em frente ao Clube Ubiratan. (Foto: Sidnei Bronka/Ligado na Notícia)

O temporal do início da tarde desta sexta-feira (15) deixou rastro de destruição em Dourados, a 233 km de Campo Grande. O vento, de 41 quilômetros por hora às 12h21, segundo a Embrapa Agropecuária Oeste, arrancou árvores pela raiz, fez voar fachadas e painéis de lojas e espalhou folhas e sujeira por toda a cidade.

Postes da rede de energia elétrica caíram devido ao peso dos galhos nos cabos de alta tensão e há vários pontos da cidade sem luz. Ruas também estão interditadas pelas árvores.

Segundo a prefeitura, estão interditadas a Marcelino Pires (em frente ao Ubiratan e próximo à Praça Antônio João), Joaquim Teixeira Alves (próximo ao Shopping Avenida Center), Rua Ponta Porã (próximo à Escola Celso Muller do Amaral) e o cruzamentos das ruas Monte Alegre e Aquidauana.

Na Avenida Marcelino Pires, moradora gravou o momento em que uma árvore cai durante o temporal. Por pouco, um carro que passava pela via não foi atingido. Mesma sorte não tiveram donos de outros carros e motos atingidos em outros pontos da cidade.

Veja o vídeo:

O painel do Atacadão, na Avenida Marcelino Pires, saída para Campo Grande, foi arrancado pelo vento. Fachada de empresas na Rua Mozart Calheiros, no Jardim Água Boa, também caíram.

Em volta da Escola Estadual Tancredo Neves, no Parque das Nações (região leste), várias árvores e postes de energia caíram durante o vendaval.

O comandante do Corpo de Bombeiros em Dourados, tenente-coronel Humberto José Sepa de Matos Filho, disse que ainda não tem balanço de quantas chamadas chegaram à corporação, mas foram pelo menos cem ligações informando sobre árvores caídas. “O 193 não para de tocar”, disse ele ao Campo Grande News.

A central de atendimento telefônico da Guarda Municipal e da Defesa Civil foi atingida pelo temporal. Segundo a prefeitura, os reparos já foram iniciados, porém ainda não há previsão para a conclusão dos serviços.

Por isso, a prefeitura disponibilizou de forma emergencial o telefone (067) 98426-1010 para atender chamados sobre estragos do temporal.

Ainda não há balanço parcial das ocorrências de quedas de árvores. As demandas estão sendo registradas e as equipes enviadas aos locais, de acordo com a emergência e gravidade dos casos.

Poste caído e fios de energia arrebentados na Escola Tancredo Neves. (Foto: Sidnei Bronka/Ligado na Notícia)
Poste caído e fios de energia arrebentados na Escola Tancredo Neves. (Foto: Sidnei Bronka/Ligado na Notícia)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário