A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 29 de Março de 2017

30/11/2012 17:14

Testemunhas viram corte de ipê, mas ninguém foi identificado

Nícholas Vasconcelos
Polícia espera laudos da perícia para identificar autores do corte do ipê. (Foto: Simão Nogueira)Polícia espera laudos da perícia para identificar autores do corte do ipê. (Foto: Simão Nogueira)

As três testemunhas ouvidas pela Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e Proteção ao Turista) confirmaram que viram o corte do ipê da rotatória das avenidas Mato Grosso com a Via Parque, mas não conseguiram identificar os responsáveis pelo procedimento.

De acordo com a delegada Rôzeman Geise Rodrigues de Paula, as pessoas que testemunharam o corte acreditavam ser um trabalho da Prefeitura de Campo Grande. O registro da ocorrência da poda foi feita pela própria Prefeitura, que não autorizou o procedimento por meio da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano).
“Nós agora precisamos esperar o laudo da perícia, que deve mostrar a empresa que fez o corte”, contou a delegada.

Rôzeman explicou que as equipes da Polícia foram até o aterro sanitário para saber se alguém havia presenciado a chegada do caminhão com os galhos do ipê, mas nada foi encontrado. A expectativa é de que os laudos periciais sejam entregues para a Decat dentro de 10 dias.

“Também percorremos a Via Parque para saber se há outras imagens de câmeras, mas não encontramos”, explicou. O vídeo de quase cinco minutos de duração mostra um caminhão amarelo parado sobre a rotatória, no cruzamento das avenidas e em seguida sai carregado com material, que aparentam ser galhos do ipê já podado.

Um laudo da Prefeitura deve informar foi o dano causado para árvore, se ela vai conseguir se regenerar ou se o dano é permanente.

A Polícia ainda não confirmou a suspeita de que o corte tenha ocorrido para dar visibilidade a um painel de LED instalado em frente à rotatória. O proprietário da empresa Led’s Mídia, dona do equipamento, nega que tenha sido responsável pelo procedimento.

O corte do ipê gerou indignação entre os internautas e até uma placa foi colocada na rotatória em frente a arvore, como forma de protesto. O cartaz trazia a mensagem de “Aquele outdoor me mutilou. Buzine pela vida!”.

Ele foi retirado do local pela Agetran (Agência Municipal de Trânsito) a pedido dos motoristas que reclamaram que a placa estava atrapalhando a visibilidade no trânsito.

 




A idéia é simples. Boicotem os anunciantes desse painel e isso nunca mais acontecerá.
 
Gabriel Silva em 01/12/2012 16:41:58
Quanta perda de tempo. Parece que não tem o que fazer. Dentro de noventa dias a árvore estará frondosa e bem mais bonita que antes. É só esperar para ver.
 
antonio pereira em 01/12/2012 14:29:02
Uma coisa te digo se der em pizza eu mesmo estarei fazendo justiça para este ser vivo que foi atacado.
 
Roberto Glass em 01/12/2012 10:36:23
Mais um caso que vai dar em pizza. Esses galhos foram parar em forno de pizza. Porque não verificar nesses podadores de arvores que vendem "lenha para churrasco/pizza". Eles cortam as arvores pela cidade e depois colocam em sacos nas esquinas para vender para esta finalidade.
É facil descobrir, "caminhão amarelo fazendo poda de arvore".!
 
sandro ortiz em 01/12/2012 06:54:44
E precisa de pericia pra saber que foi a empresa do outdoor que mandou cortar?
 
Lucas R. Pasquetto em 30/11/2012 19:51:52
parece que eles sao invesiveis ninguem sabe de nada mas a arvore esta la sem nenhuma folha.cadeia neles
 
claudemir andrade em 30/11/2012 19:38:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions