A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

17/09/2014 15:00

"Não basta ser bom católico para ser bom político", diz Dom Dimas

Leonardo Rocha
Dom Dimas diz que debate serve para que população conheça melhor os candidatos (Foto: Marcelo Calazans)Dom Dimas diz que debate serve para que população conheça melhor os candidatos (Foto: Marcelo Calazans)

Em parceria com a UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), a Arquidiocese de Campo Grande promove amanhã (18), a partir das 20h30, um debate com os candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul. O arcebispo da Capital, Dom Dimas Lara Barbosa, espera que a população posso conhecer os candidatos e fazer um voto consciente nesta eleição.

"Não basta sem um bom católico, para ser um bom político, por isso as pessoas precisam conhecer seus candidatos e suas propostas, como sempre digo, o voto não preço, ele tem consequência", afirmou ele.

Dom Dimas ressaltou que o debate irá tratar de diversos temas que incidem no dia a dia da sociedade, como ações na saúde, educação, segurança, situação de imigrantes, indígenas, assim como futuro da juventude e da família. "São os assuntos principais, também não podemos esquecer da ética na realização da política", apontou.

O arcebispo explicou que as perguntas que serão sorteadas no debate foram organizadas pela UCDB e Arquidiocese, com convidados em atuação nas principais frentes pastorais do Estado. "No final do evento iremos apresentar nosso protocolo de intenções, que resume nossa preocupação com todos estes temas, ficará a cargo de cada candidato assinar ou não", acrescentou.

Sobre o possível apoio da igreja, Dom Dimas ponderou que cada padre é livre para fazer a escolha e apoiar quem desejar na eleição, mas que aqueles que assumirem vaga no legislativo ou executivo devem trabalhar para todos. "Não queremos que alguém represente os interesse da Igreja Católica, mas os interesses de toda a população", ponderou.

Orientação - Diferente do que foi feito na eleição em 2012, em Campo Grande, quando a Arquidiocese distribuiu uma cartilha sobre o voto consciente, o arcebispo ressaltou desta vez a CNBB (Conselho Nacional dos Bispos do Brasil) divulgou uma série de vídeos sobre as eleições.

"Este material é de informações sobre a função do deputado, senador e governador e ainda conscientização sobre a não venda de votos". Dom Dimas ainda citou a importância da igreja no processo eleitoral da sociedade brasileira.

"A CNBB participou da formulação da lei contra a compra de votos de 1999, assim como da elaboração e da mobilização de 70% das assinaturas da lei da Filha Limpa, que foram recolhidas em comunidades católicas". Ele destacou que a igreja fez o seu papel, para o combate a corrupção.

O debate dos candidatos ao governo estadual irá acontecer no no auditório do CAD (Centro de Apoio ao Devoto do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro), com transmissão ao vivo pela Rádio e TV Imaculada, TV Assembleia e a Rádio Coração de Dourados. Quem quiser assistir no local, haverá um telão disponível no salão do CAD.




Eu sou catolico, mas esse dom Dimas é uma palhaçada, não tem que se envolver em politica e desde quando pra ser politico tem que ser catolico, chega da igreja mamar nas tetas da humanidade.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 17/09/2014 17:59:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions