A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

03/07/2014 10:23

Saúde de 58 cidades recebe R$ 8,6 mi e maioria vai investir em transporte

Aliny Mary Dias e Leonardo Rocha
Governador iniciou solenidade de repasse aos municípios (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Governador iniciou solenidade de repasse aos municípios (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O Governo do Estado libera nesta quinta-feira (3) R$ 8,6 milhões em recursos para 58 cidades de Mato Grosso do Sul. A maioria das cidades vai investir os valores em compra de ambulâncias e vans para transporte de doentes até cidades com maior estrutura.

Os valores foram liberados pelo Governo por meio de emendas de deputados estaduais e todos os recursos são liberados com o destino final já definido. Para os prefeitos que participam do ato de assinatura dos recursos, na Governadoria, os valores são considerados essenciais para manter o atendimento à população.

Com 20 mil habitantes, Glória de Dourados, distante 265 quilômetros da Capital, receberá R$ 300 mil do montante. Todo o valor, segundo o prefeito Alceno Athas Jr. (PROS), será usado para compra de ambulâncias e vans.

“Essa ajuda faz toda a diferença para a prefeitura que pode renovar sua frota e levar os casos mais graves para Dourados”, diz o prefeito que ressalta ainda que a cidade possui apenas uma maternidade e sete médicos à disposição.

Em Coxim, a 260 quilômetros da Capital, serão investidos R$ 80 mil em veículos e equipamentos para o hospital da cidade. O prefeito Aluizio São José (PSB) explica que apesar de a cidade ser polo regional, os casos mais graves são levados para a Capital. “A ajuda é fundamental porque os recursos federais diminuíram e o apoio do Governo Estadual é essencial”, diz.

Outra cidade que receberá grande ajuda para o setor é Rio Verde. O município administrado pelo prefeito Mario Kruger (PT) investirá R$ 250 mil em viaturas e ambulâncias. “A situação é insuportável, precisamos de ajuda porque temos só 14 médicos na cidade”.

Em Rio Brilhante, o prefeito Sidney Foroni (PMDB) explica que todo o valor será investido em equipamentos e aparelhos para hospitais. Na cidade o setor também está precário e o que salva os moradores são as cidades vizinhas, onde os casos mais graves são encaminhados apesar de o hospital da cidade ter sido reformado com verba de R$ 3 milhões do Governo Federal.

Porto Murtinho, a 431 quilômetros da Capital, também tem problemas com a saúde e todo o repasse liberado hoje será usado em ambulâncias e equipamentos. O prefeito Heitor Miranda (PT) afirma que a situação já melhorou bastante. “A saúde é muito difícil, mas já foram feitas várias conquistas como recuperação de equipamentos e contratação de médicos”, afirma.

No último ano de governo, André devolve parte do repasse que tirou dos Poderes
No último, dos oito anos de administração, o governador André Puccinelli (PMDB) irá recompor parte da receita mensal que tirou dos poderes, com o cor...
Governo amplia número de vagas para concurso de técnico penitenciário
Decreto normativo, publicado na edição de hoje (1º) do Diário Oficial de Mato Grosso do Sul, amplia as vagas do concurso público de provas e títulos ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions