A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

22/08/2018 10:47

À espera de material, campanhas vão às ruas na próxima semana

Deputados estaduais, candidatos à reeleição, traçam estratégias para conquistar eleitor

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Deputado Cabo Almi discursa durante sessão na Assembleia Legislativa. (Foto: Luciana Nassar/ALMS).Deputado Cabo Almi discursa durante sessão na Assembleia Legislativa. (Foto: Luciana Nassar/ALMS).
Do MDB, deputado Renato Câmara na casa de leis. (Foto: Luciana Nassar/ALMS).Do MDB, deputado Renato Câmara na casa de leis. (Foto: Luciana Nassar/ALMS).

Ainda tímidas, as campanhas eleitorais vão ganhar às ruas a partir da próxima semana, avaliam deputados estaduais, candidatos à reeleição este ano. Os parlamentares atribuem isso à uma questão natural e também pela espera de material gráfico.

Para o deputado Renato Câmara (MDB), é "normal" a campanha ser silenciosa nesta primeira semana - oficialmente, os candidatos estão autorizados a pedir votos desde 16 de agosto.

O parlamentar afirma que, nos primeiros dias, o foco foi em reuniões com lideranças de várias cidades. "Os eleitores querem conversar pessoalmente com o candidato, mas não dá pra ir em todas. Por isso, vou priorizar as reuniões maiores".

Candidato do PT, o deputado Cabo Almi também aguarda material de campanha para colocá-la nas ruas. Estima, ainda, que um ônibus com 40 a 50 pessoas vão aos bairros para entregar o material e informações sobre as ações do mandato do parlamentar.

Também sem panfletos prontos, o deputado José Carlos Barbosa (PSDB) disse que, a partir de sexta-feira (dia 24), cabos eleitores e apoiadores começam as ações. A ideia, afirma, é trabalhar com grupos menores para reuniões "pequenas e em locais específicos". Sua base eleitoral, Dourados deve ser o primeiro lugar.

Da mesma forma, Herculano Borges, deputado pelo SD, começou a organizar a campanha esta semana e, entre sábado e domingo (dias 25 e 26), a campanha vai entregar os materiais gráficos. 

Em 16 de agosto, o candidato foi liberado a fazer propaganda nas ruas e também na internet. No rádio e televisão, no entanto, somente a partir de 31 de agosto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions