A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Julho de 2018

30/10/2013 16:55

A um mês de prazo final e sem retorno, André pede reunião com ministro

Bruno Chaves

A um mês de esgotar o prazo dado pelo Governo Federal para apresentar uma solução quanto a compra de propriedades rurais localizadas no centro de conflitos indígenas em Mato Grosso do Sul, o governador André Puccinelli (PMDB) disse que pleiteia uma reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para a discussão do assunto.

“O Governo Federal prometeu que ia comprar o cadê?”, questionou Puccinelli nesta quarta-feira (30), durante agenda no bairro Vida Nova II, em Campo Grande, sinalizando que o Governo do Estado não recebeu uma resposta da União.

Para o governador, esse encontro deve reunir parlamentares, prefeitos, lideranças indígenas e “brasileiros índios e não índios” de todo Mato Grosso do Sul.

No último dia 25, produtores rurais de Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti se reuniram com a Famasul (Federação de Agricultura e Agropecuária de Mato Grosso do Sul) para conversarem a respeito das 19 condicionantes estabelecidas pelo STF (Supremo Tribunal Federal) na demarcação da Reserva Raposa Serra do Sol (RR) e que podem ser usadas nas demais demarcações pelo País, inclusive em Mato Grosso do Sul.

O prazo dado pelo Governo Federal para uma decisão final sobre a posse de mais de 17 mil hectares da Reserva Buriti, localizada em Sidrolândia, se esgota no final de novembro desse ano. Até o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, esteve em Campo Grande para prometer uma solução para o conflito que envolve indígenas e produtores do interior do Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions