A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/12/2013 18:54

Aberta inscrição para subcomissão que definirá gasto publicitário de Bernal

Josemil Arruda
Bernal e Ben Hur estão tendo de explicar gastos publicitários ao Ministério Público (Foto: arquivo)Bernal e Ben Hur estão tendo de explicar gastos publicitários ao Ministério Público (Foto: arquivo)

A coordenadora da Central de Compras da Prefeitura de Campo Grande, Gislaine Penzo Barbosa, publicou hoje no Diário Oficial (Diogrande) o Chamamento Público nº. 06/2013, convidando interessados sobre a abertura de inscrições para formação da Subcomissão Técnica prevista na Lei Federal nº 12.232/2010, que terá a missão de julgar a licitação para contratação de agências de publicidade. No dia 6 de novembro, foi lançada pelo prefeito Alcides Bernal (PP) a concorrência 12/2013 para contratação de nove agências. A entrega das propostas está prevista para 23 de dezembro.

Podem se inscrever profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, para compor a Subcomissão Técnica a ser constituída para análise e julgamento das propostas técnicas a serem apresentadas na licitação da modalidade concorrência nº 012/2013, objetivando a contratação de agências para a prestação de serviços de publicidade. O prazo de inscrição vai até as 17h30 de sexta-feira (20).

Os profissionais sorteados irão atuar na Subcomissão Técnica que tem por objetivo analisar e julgar as propostas técnicas apresentadas pelas empresas que irão participar da concorrência nº 012/2013, tipo técnica e preço. As propostas técnicas apresentadas pelas licitantes serão analisadas e julgadas pela subcomissão, constituída por três membros, sendo que um terço deles não poderá manter nenhum vínculo funcional ou contratual, direto ou indireto, com a Prefeitura de Campo Grande. A escolha será feita por sorteio em sessão pública.

Gasto sem licitação - Há quase um ano no cargo, Bernal até hoje faz gastos com publicidade sem licitação. No começo de seu governo, dia 11 de janeiro, o progressista suspendeu a concorrência 34/2012 que visava contratar “agência de publicidade para prestação de serviços de natureza contínua nos setores de publicidade, marketing e propaganda”.

A falta de transparência de Bernal nos gastos com publicidade motivaram o Ministério Público a converter, no dia 10 de dezembro, procedimento preparatório em inquérito civil. A intenção é apurar possível ato de improbidade do prefeito e do secretário municipal de Planejamento, Finanças e Controle, Wanderley Ben Hur da Silva.

O inquérito foi aberto pela 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social, conduzida pelo promotor Henrique Franco Cândia, que ficou insatisfeito com as justificativas apresentadas pelo prefeito no procedimento preparatório. O pedido de detalhamento dos gastos foi feito em abril deste ano e a reposta foi considerada inconsistente.

 

 

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions