A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

19/08/2014 12:32

Aécio minimiza efeito Marina e diz que representa alternativa "verdadeira" ao PT

Kleber Clajus
Aécio diz estar sereno com campanha, mesmo com Marina conquistando segundo lugar nas intenções de voto (Foto: Divulgação)Aécio diz estar "sereno" com campanha, mesmo com Marina conquistando segundo lugar nas intenções de voto (Foto: Divulgação)

O candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) minimizou, nesta terça-feira (19), o “efeito” Marina Silva (PSB) em pesquisa do Datafolha sobre intenção de voto. A ex-senadora ocupa o segundo lugar, mas o tucano acredita que isso não muda os rumos da campanha que terá por objetivo ressaltar seu “antagonismo com o PT”.

“Temos que, respeitando a posição da Marina, esperar que ela venha para o debate. Nossas propostas conflitam com aquelas que governam o Brasil, porque o PT optou por uma política social de administração da pobreza. Nós, por outro lado, estamos apresentando propostas para a superação da pobreza”, pontuou Aécio durante agenda em Dourados, município distante 233 quilômetros de Campo Grande.

Marina pode ser confirmada, amanhã (20), como candidata a Presidência pelo PSB, após a morte do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, morto em acidente aéreo na semana passada em Santos (SP).

Para Aécio, a ex-senadora tem a seu favor o fato de já ter disputado as eleições presidenciais em 2010. Em contrapartida, rebateu os números por ser “ainda o menos conhecido entre os três candidatos que pontuam a frente nas pesquisas”.

“Estamos absolutamente serenos para esse momento. O Brasil precisa de um governo que inspire confiança em relação ao futuro e esse que está aí, infelizmente, perdeu a capacidade de inspirar confiança, atrair investimento e avançar na melhoria dos nossos indicadores sociais”, comentou o tucano, acompanhado do candidato ao governo Reinaldo Azambuja (PSDB).

Intenção de voto – Pesquisa do Datafolha, divulgada ontem (18), revelou que a candidata a reeleição Dilma Rousseff (PT) obteve 36% das intenções de voto, seguida da ex-senadora Marina Silva (PSB) com 21% e Aécio Neves (PSDB) em 20%. Com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou menos, Marina e o tucano apresentam empate técnico.

Os outros oito candidatos totalizam 5%. Dos entrevistados, 8% votam em branco/nulo e 9% estão indecisos. A pesquisa também fez simulação de segundo turno. Marina aprece com 47% e Dilma com 43%. Considerando a margem de erro, o cenário é de empate técnico.

Caso o segundo turno seja entre Dilma e Aécio, a petista venceria com 47% das intenções de voto, contra 39%. A pesquisa ouviu 2.843 entrevistados em 176 municípios. O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-00386/2014.

 

(Colaborou Flávio Verão, de Dourados)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions