A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

06/05/2017 17:21

Agora é unir PT, reconhecer erros e pedir perdão, diz Zeca eleito presidente

Mayara Bueno
Maioria escolheu Zeca do PT presidente da sigla em MS. (Foto: Assessoria PT).Maioria escolheu Zeca do PT presidente da sigla em MS. (Foto: Assessoria PT).

O ex-governador de Mato Grosso do Sul e deputado federal Zeca do PT é o novo presidente estadual do partido no Estado. O nome dele foi consolidado durante eleição interna neste sábado (6). Agora, segundo o novo dirigente, a meta é juntar o legenda, reconhecer os erros e excessos, pedir perdão e se reconciliar com as pessoas.

O petista disputava o cargo com o ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci, e ficará no comando do partido até 2019. "E a partir disso construir um projeto. Nós, apesar de diminuídos, nos mantivemos em pé. Começa a crescer de novo a expectativa de um governo Lula. Nosso papel aqui é preparar nossa militância para um novo projeto capaz de resgatar o Estado e bem estar social".

Antes da votação, o líder petista já havia dito que o clima dentro da legenda, durante o sexto congresso regional, era o de união e debates no sentido de reerguer o partido. Nos últimos anos, o Partido dos Trabalhadores vivenciou uma das maiores crises da história, com escândalos em âmbito nacional que culminaram em 2016 na diminuição drástica do número de vereadores e prefeitos eleitos.

Ano que vem, quando haverá eleição para Governo Federal, do Estado, além de pleito para senador e deputados, o objetivo, diz Zeca, é construir uma aliança com partidos de esquerda. "Uma proposta para MS que seja capaz de resgatar e corrigir erros".

Votação - Zeca foi eleito em votação que não contou com urnas, já que é feito visualmente em plenária com os delegados eleitos no pleito de 9 de abril, quando também aconteceu o primeiro turno para definir os diretórios municipais - em Campo Grande, o vencedor foi Agamenon do Prado, no segundo turno, realizado no domingo (30).

No caso, foram 250 delegados que, diante da mesa diretora, tiveram que escolher entre Amaducci e Zeca. Cada delegado possuía um crachá e teve o levantar no momento da votação, visual. Assim, Zeca foi eleito por maioria de votos, sem contagem individual de cada um deles.

 

*matéria editada às 19h30 para acréscimo de informações



Pedir perdão? esse zeca é mesmo um sem noção,esse PT é uma chafurda zeca e lula nunca mais.
 
Bonerge em 07/05/2017 14:27:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions