A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/05/2012 17:53

Alcides Bernal considera positiva a pesquisa que o coloca no segundo turno

Wendell Reis
Bernal reclama da ausência de seus padrinhos políticos (Foto: Minamar Junior)Bernal reclama da ausência de seus padrinhos políticos (Foto: Minamar Junior)

O pré-candidato do PP a Prefeitura Municipal de Campo Grande, deputado Alcides Bernal, se disse satisfeito com a pesquisa do Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul) que o coloca em segundo lugar na intenção de voto na Capital, com 27,67%, atrás do deputado federal Edson Giroto (PMDB), que atinge 32,67%.

“Por um lado positiva. O Alcides Bernal, sem ter o apoio de ninguém, pelo resultado, já foi para o segundo turno. Então, este é o único ponto que acho que não conseguiram desfazer. Reconheceram que nós estamos muito bem com a população”.

Bernal critica a ausência de seus padrinhos durante consulta aos eleitores. Ele considera como prejudicial para sua avaliação o fato da consulta ter relacionado o seu nome apenas com o PP, sem citar, a exemplo, a relação com o senador Francisco Dornelles (PP-RJ), que segundo ele, é o melhor senador do País.

Bernal se diz convicto de que não pode olhar o tamanho do adversário, mas a causa que defende. “Não vou ficar olhando o tamanho do Giroto ou dos padrinhos dele e sim o melhor para Campo Grande, com projetos viáveis e plausíveis”.

O deputado avalia que a eleição vai ser um divisor de águas. Porém, ressalta que não vai desafiar o governador André Puccinelli (PMDB) e o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB). “Temos que nos juntar em favor de Campo grande. Ajudei enquanto vereador e juntos temos condições de fazer uma coisa boa para as pessoas. Transferir votos é relativo e difícil. Em Campo Grande todos sabem diferenciar. Vai valer propostas a serem apresentadas e tenho tempo de televisão para fazer. Acredito que desta vez vai preponderar o voto consciente”.

O questionário da pesquisa Ipems citou como padrinho de Giroto o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB) e o governador André Puccinelli (PMDB); de Alcides Bernal, o Partido Progressista; Vander Loubet, apoio do ex-governador Zeca do PT e do senador Delcídio do Amaral (PT); Reinaldo Azambuja, apoiado pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG); Antônio João, com o apoio do presidente do PSD e prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab; e Athayde Nery, apoiado pelo Partido Popular Socialista.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


vamos la alcides para a vitoria vamos ganhar e mostrar que dinheiro nao e tudo vamos chegar la sem dinheiro mais com garra e respeito aos campograndence
 
vailton pedroso em 05/08/2012 08:27:08
vamos la bernal vamos temos que ganhar mesmo sem os apoios de alguns que deveria estar do seu lado . se irmos para o segundo turno ai ganhamos deles simmmmmmmmmmmmmmmm . temos que mudar nossa politica de mão agora
 
alcides de almeida em 17/05/2012 08:21:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions