A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

31/03/2014 09:09

Além da PM, Puccinelli trocará mais 5, mas não confirma saída de Giroto

Kleber Clajus e Leonardo Rocha
Governador pretende concluir troca de comando em secretarias um dia antes do prazo eleitoral (Foto: Marcos Ermínio)Governador pretende concluir troca de comando em secretarias um dia antes do prazo eleitoral (Foto: Marcos Ermínio)

O governador André Puccinelli (PMDB) anunciou, nesta segunda-feira (31), mais algumas mudanças no secretariado por causa das eleições deste ano. No entanto, pela primeira vez, ele não citou que o secretário de Obras, Edson Giroto, que é deputado federal licenciado, vai disputar a reeleição. A mudança deve ocorrer até sexta-feira (4) e foi divulgada durante solenidade de troca de comando da PM (Polícia Militar), no Palácio Tiradentes, em Campo Grande.

“Até o dia 3 de abril vou trocar todos os secretários que irão sair candidatos nesta eleição”, disse Puccinelli. A medida segue prazo eleitoral para desincompatibilização de cargos seis meses antes do pleito eleitoral.

Giroto não foi citado por André, mas já havia declarado em entrevistas anteriores que está a serviço de um projeto político conduzido pelo governador. Ele pode continuar no cargo para dar continuidade às obras em eventual renúncia de Puccinelli para disputar o Senado. 

Confirmado na lista das substituições está o secretário de Habitação, Carlos Marun, que deve ser candidato a deputado federal, mas ainda não tem substituto definido. A mesma indefinição há quanto ao substituto de Nelsinho Trad, pré-candidato do PMDB ao governo do Estado, na condução da Secretaria Extraordinária de Articulação com os Municípios.

Foi confirmada mais uma vez a saída de Tereza Cristina Corrêa Dias, da Seprotur (Secretaria Estadual de Produção e Turismo), que tentará vaga na Câmara Federal, sendo sucedida pelo adjunto, Paulo Engel.

Já Herculano Borges, pré-candidato a deputado estadual, será substituído por Marcos Silva, atual diretor executivo da Secretaria Estadual da Juventude e o atual presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, que igualmente tentará vaga na Assembleia Legislativa, cederá o comando da empresa para seu adjunto Victor Yasbeck.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions