A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/10/2013 22:43

Além de Freire, Guido Mantega demite outro por improbidade administrativa

Vinícius Squinelo

Além do “supersecretário” de Alcides Bernal (PP), Gustavo Freire, o Ministério da Fazenda demitiu também Joelson Santana, envolvido em atos de probidade administrativa. As duas demissões, publicadas nesta quinta-feira (31) no Diário Oficial da União, são referentes ao mesmo escândalo.

De acordo com a portaria 533, a demissão é por ato de improbidade administrativa e por valer-se do cargo para “lograr proveito pessoal ou de outrem, em detrimento da dignidade da função pública”. Joelson era auditor da Receita Federal e foi alvo de processo administrativo disciplinar. A remuneração bruta de auditor é R$ 19.505.

Segundo informações obtidas pelo Campo Grande News, Joelson estava envolvido no mesmo “esquema” que Freire, nomeado em fevereiro para as secretarias de Receita e de Governo.

Ainda segundo informações, Juarez Gomides, que também era alvo de processo administrativo, teve a investigação arquivada, mas foi novamente inquirido pelo MPF neste ano. Ele não foi demitido.

Denúncias – A ação de improbidade pede o bloqueio de bens, ressarcimento dos valores recebidos de forma ilícita, pagamento de R$ 100 mil em danos morais coletivos e a condenação à perda da função pública.

O Campo Grande News teve acesso à parte dos documentos. Num deles, foi atribuído a Gustavo Freire a implantação de um “tabelamento” para liberação de cargas de variados tipos de mercadorias.

Outra escuta relaciona Freire ao recebimento de propina para liberar maquinários de empresa com sede em Minas Gerais, após término de obras na Bolívia.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions