A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/12/2011 13:45

Amigos enaltecem companheirismo e herança familiar de Nelson Trad

Wendell Reis
Deputado Londres Machado destacou a inteligência e segurança do ex-deputado Nelson Trad(Foto:João Garrigó)Deputado Londres Machado destacou a inteligência e segurança do ex-deputado Nelson Trad(Foto:João Garrigó)

A família Trad recebe muitas pessoas desde a madrugada desta quinta-feira (8) no cemitério Parque das Primaveras, onde está sendo velado o patriarca da família, ex-deputado estadual e federal, Nelson Trad. Entre os amigos, em sua maioria políticos que conviveram com Trad nos seus 43 anos de vida pública, o fato mais lembrado é o companheirismo e a herança política deixada para os três filhos: prefeito Nelson Trad Filho, deputado estadual Marquinhos Trad e deputado federal Fábio Trad.

O ex-deputado Sérgio Cruz conta que não teve o privilégio de cumprir mandato junto com Trad, mas se recorda que a história dele na política começa como vereador em Campo Grande ainda na década de 50. Ele ressalta que o principal legado de Trad é a família: “Criou um clã de políticos. Família toda envolvida. O que deixa de melhor é esta construção política da família para sucedê-lo. Era um verdadeiro animal político”.

O deputado Antônio Carlos Arroyo (PR) destaca a postura política de Nelson Trad. “Exemplo para todos os políticos. Posições firmes, uma pessoa íntegra e com uma conduta ética invejável. Um grande tribuno”.

O presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), Carlos Alberto de Assis, revela que está providenciando uma camiseta do Comercial com o nome de Trad. Assis lembra que Trad foi atacante do clube no final da década de 40 e início da década de 50, além de ter feito parte da diretoria do clube e sido presidente.

O deputado Laerte Tetila (PT) também foi se despedir de Nelson Trad. Ele se recordou que apesar de ser de partido diferente, Nelson Trad sempre lhe atendeu quando solicitou. “A primeira emenda quando administrei Dourados foi ele quem conseguiu em 2001, para asfaltar algumas ruas. Um espírito democrático amplo. Uma pessoa pública que dedicou a sua vida toda a sua cidade e seu estado”.

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, Luiz Carlos Santini, revela que conheceu Trad em 1987 e guarda a lembrança de um advogado atuante, militante e que sempre defendeu interesses do Estado e não particulares. Além disso, ressalta que Trad sempre batalhou para que algumas questões jurídicas tivessem um andamento mais célere e justo.

O deputado Londres Machado (PR) afirma que é o político que mais cumpriu mandato ao lado de Trad. Ele se recorda que aprendeu muito com ele quando chegou ao Estado, principalmente por conta de sua inteligência, caráter e maneira forte de atuar. “Ele era muito sincero com os amigos. Perda muito grande para o Estado, mas os familiares podem se orgulhar dele. Foi um grande amigo que tive na política”.

Nelson Trad teve problema no rim na noite de ontem e teve que se submeter a uma hemodiálise, onde teve uma parada cardíaca e faleceu às 22h55. Trad era o mais velho de quatro irmãos e além de Marquinhos Trad, Fábio Trad e o prefeito Nelson Trad Filho, deixa mais duas filhas, Maria Tereza Trad e Fátima Trad.

Nelson Trad passou mal pela primeira vez às 6 horas do dia 20 de novembro. Ele foi socorrido pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e se submeteu a exames de eletrocardiograma e cateterismo. Com o diagnóstico de obstrução de artérias, os médicos implantaram dois stents para reforçar o bombeamento do sangue e compensar as deficiências. Trad apresenta problemas cardíacos desde 1983, quando operou e passou a fazer revascularizações frequentes. No ano passado ele implantou um marcapasso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions