A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/11/2010 11:55

André afirma que escolha para cargos federais é de Dilma

Redação

Nos bastidores da posse dos membros do Conselho Estadual das Cidades de Mato Grosso do Sul, no auditório da governadoria, o governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que não vai indicar ninguém para ocupar cargos de órgãos federais neste segundo mandato.

Puccinelli negou que tenha indicado qualquer um dos atuais ocupantes dos cargos. Segundo ele, Walter Favaro, Superintendente da PRF (Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso do Sul), foi indicação do senador Delcídio do Amaral (PT). "Posso até ter participado, porque me perguntaram se era bom, e eu disse que era muito competente, mas não fui eu quem indicou", afirmou o governador, completando: "Não tenho nenhum órgão federal".

Quando o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) foi citado, André confirmou que a indicação de Waldir Cipriano Rabelo, que está exonerado do cargo após ser preso acusado de participação em fraudes, foi de Valter Pereira (PMDB), e questionou: "O derrotado Valter Pereira vai ter prestigio pra indicar alguém agora?".

André disse que não faz questão de influenciar nas escolhas para cargos federais. "Eu não quero cargo nenhum pra mim. A Dilma é quem tem que responder por eles, então ela que procure gente boa. Eu não tenho vontade nem direito de pedir nada que é do governo federal".

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions