A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

16/11/2009 09:58

André assina transformação do Vale Universidade em Lei

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) determinará hoje à noite a transformação dos programas Vale Universidade e Vale Universidade Indígena em Lei. A oportunidade de cursar o ensino superior é estendida a 800 jovens no Estado.

A assinatura acontece às 19h, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande.

O Vale Universidade oferece auxílio financeiro a estudantes matriculados em cursos presenciais, de licenciatura e bacharelado, em universidades conveniadas de Mato Grosso do Sul.

Para participar do programa, o acadêmico deve ter renda pessoal igual ou inferior a R$ 750, ou renda familiar de até R$ 1,8 mil.

Os alunos inseridos no programa, que fazem faculdade em instituições particulares, recebem desconto de 70% no valor da mensalidade, sendo 50% deste valor subsidiados pelo governo do Estado e 20% oferecidos pelas unidades de ensino.

Já os estudantes de universidades públicas recebem benefício com base na média dos valores de cursos oferecidos pelas instituições particulares.

Este ano, o programa contou com 45 instituições de ensino superior conveniadas em todo o Estado. A partir do ano que vem, serão incluídas a Fecra (Faculdade de Educação de Costa Rica) e AEMS (Faculdades Integradas de Três Lagoas).

Já o Vale Universidade Indígena é voltado aos alunos com descendência comprovada, matriculados em curso de graduação na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Para pleitear o benefício financeiro, além de comprovar a descendência, os interessados devem apresentar o Registro Nacional Indígena e possuir carteira de Identidade expedida pela Funai (Fundação Nacional do Índio).

A família não pode possuir renda superior a três salários mínimos e o inscrito deve residir no Estado por mais de dois anos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions