A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

03/10/2013 11:02

André diz que é “obrigação” da prefeitura dar metade do valor a Santa Casa

Leonardo Rocha
Governador diz que é obrigação da prefeitura ajudar no empréstimo (Foto: Cleber Gellio)Governador diz que é obrigação da prefeitura ajudar no empréstimo (Foto: Cleber Gellio)

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou hoje durante lançamento da Casa Cor que é obrigação da prefeitura de Campo Grande ajudar com o mesmo valor que o governo estadual vai contribuir no empréstimo que a Santa Casa irá fazer com a Caixa Econômica Federal.

“A prefeitura está em gestão plena, era sua obrigação fazer no mínimo o que nós estamos fazendo e repassar estes recursos a Santa Casa”, afirmou ele. André fez questão de ressaltar que apesar de não ser um dever do Estado, o executivo tem contribuído com os municípios em relação a saúde, no entanto estes também precisam fazer a sua parte.

O diretor da Santa Casa, Wilson Teslenco, havia dito que tinha dificuldade em entrar em contato com a prefeitura de Campo Grande e que o prefeito Alcides Bernal (PP) em primeiro momento teria sido contrário a esta ajuda. “Está difícil de encontrar o prefeito, ele havia negado que iria ajudar neste empréstimo, mas gostaríamos de convencê-lo a ajudar o hospital”.

O governador irá repassar R$ 750 mil por mês a Santa Casa para pagar 50% do valor da parcela do empréstimo de R$ 1,5 milhão. Teslenco esperava que a prefeitura arcasse com o restante do valor, para que o hospital pudesse investir os seus rendimentos em equipamentos e melhora no atendimento.

Motivo – De acordo com o secretário municipal de saúde, Ivandro Correa Fonseca, enquanto que a Santa Casa não envie todas as prestações de conta e todos os documentos comprobatórios em relação às condições financeiras do hospital, a prefeitura não irá liberar recursos. “Queremos elaborar um plano operativo para saber a viabilidade econômica do hospital, precisamos destes dados”, apontou.

Ivandro ainda destacou que estas exigências fazem parte da legislação, pois a prefeitura precisa saber onde está sendo aplicados os recursos, a liquidação das despesas, com a descriminação das mesmas. “Nós exigimos esta prestação de contas, além da Santa Casa, existem outros hospitais que estão nos devendo documentos, como Hospital Universitário e Hospital Regional”, destacou ele.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions