A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/06/2010 09:29

André diz que orienta prefeitos do PMDB a apoiar Murilo

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou nesta manhã, em Dourados, que orientou prefeitos do PMDB, principalmente da região Sul do Estado, a dar apoio a Murilo Zauith (DEM) na disputa pelo Senado.

Puccinelli reafirmou que Murilo "só não será candidato ao Senado se não quiser" e que ele poderá ir para a campanha em condições de igualdade com Waldemir Moka, nome escolhido pelo PMDB durante as prévias.

Murilo Zauith acompanha Puccinelli durante sua agenda em Dourados. Os dois seguiram do aeroporto para a Vila Olímpica no mesmo carro, conversando.

Na prática, Puccinelli tentou desfazer o mal entendido ocorrido nesta semana.

Murilo disse que não disputará mais o Senado após tomar conhecimento de declaração atribuída a Puccinelli. Ele teria dito, em Três Lagoas, que serão eleitos senadores o deputado federal Waldemir Moka (PMDB) e o senador Delcídio do Amaral (PT).

"O governador me descartou da majoritária", afirmou Murilo, categoricamente. "Se ele falou, ele excluiu o BDR e o Conesul", acrescentou.

A "bola de neve" atingiu também o vice-prefeito de Campo Grande, Edil Albuquerque (PMDB), que pretendia ser suplente de Murilo e que se sentiu enganado pelo governador.

Ontem, deputados da base aliada ao governo também tentaram "apagar as chamas".

O BDR (Bloco Democrático Reformista) garante que a candidatura de Murilo é prioridade, mas não descarta indicar um outro nome para o cargo. Neste caso, o mais provável é José Carlos Barbosa, ex-presidente da Sanesul.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions