A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/11/2014 12:05

André diz que Reinaldo definirá cortes de gastos e secretarias

Kleber Clajus e Leonardo Rocha
Governador deixa para equipe de Reinaldo pontuar áreas em que economia poderá ser implementada (Foto: Marcelo Calazans)Governador deixa para equipe de Reinaldo pontuar áreas em que economia poderá ser implementada (Foto: Marcelo Calazans)

O governador André Puccinelli (PMDB) disse, nesta quarta-feira (12), já ter entregue ao seu sucessor, Reinaldo Azambuja (PSDB), estudo sobre áreas em que se poderá promover economia nos gastos do Governo do Estado. Ele ainda ressaltou que em sua gestão concentrou investimentos em saúde e educação, além de estabelecer que “competente equipe econômica” pode assegurar cumprimento de reajuste dos servidores.

“Temos muitos estudos que foram levantados setor por setor e cabe ao novo governador aproveitar ou não esse material. Pode até fazer economia, mas não vejo toda essa elasticidade”, declarou Puccinelli, durante assinatura de ordem de serviço para sistema de saneamento em 32 municípios, na governadoria.

Mesmo admitindo não ter sido procurado para tratar de corte de secretarias, que hoje somam 18 na administração estadual, André sugere a extinção da pasta da Juventude, mas que o processo seja acompanhado pela equipe de transição e o MPE (Ministério Público Estadual). Há estudo para fusão entre a Casa Civil e a Secretaria de Relações Institucionais.

Em relação a comissionados, os quais Reinaldo pretende reduzir, o peemedebista pontuou haver 1.881 nomeados em secretarias e fundações, tendo 2.002 cargos em aberto no governo. Além disso, fez questão de frisar que os gastos em seus oito anos de mandato priorizaram saúde e educação, sem esquecer da segurança pública que tem prevista entrega de 200 novas viaturas, na próxima sexta-feira (14).

“Sempre gostei de economizar, tanto que não gasto com diárias e com a imprensa. Se o governador quiser gastar menos pode diminuir de 34% para 30% os gastos em educação. Mas será que isso é bom? Todas essas mudanças o novo governador vai discutir com sua equipe e tomar suas próprias decisões”, explicou André, associando ainda a uma equipe competente o cumprimento de reajustes concedidos a servidores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions