A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

11/11/2014 17:53

Com nomeação da equipe de transição, Reinaldo começa a montar 1º escalão

Ludyney Moura
Reinaldo prometeu divulgar lista completa de secretários até meados de dezembro (Foto: Marcelo Calazans)Reinaldo prometeu divulgar lista completa de secretários até meados de dezembro (Foto: Marcelo Calazans)
Monteiro, que integra a equipe de transição, deixou claro disposição em integrar a gestão tucana em 2015 (Foto: Marcelo Calazans)Monteiro, que integra a equipe de transição, deixou claro disposição em integrar a gestão tucana em 2015 (Foto: Marcelo Calazans)

Apesar de declarar que não ainda não definiu seu secretariado para a gestão que começa oficialmente em 1º de janeiro de 2015, o governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB), já começa a dar sinais sobre os escolhidos para compor o primeiro escalão da gestão de estreia dos tucanos à frente do Executivo Estadual.

Nesta terça-feira (11), o peessedebista voltou a dizer que só oficializou o convite à sua vice-governadora, Rose Modesto (PSDB) e ao presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Eduardo Riedel, ambos integrantes da equipe de transição. Rose vai comandar a Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social. Riedel já foi confirmado com chefe da Casa Civil.

Reinaldo comentou a revelação do deputado estadual Zé Teixeira (DEM) de que teria sido convidado para ser o titular de umas pastas que nascerão com o desmembramento da Seprotur (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, Comércio e Turismo).

“Não sei se o Zé vai ocupar secretaria. Ele é um homem de bem, deputado experiente, que representa uma região importante, mas me disse que gostaria de ser deputado e ajudar o governo no legislativo. Tenho certeza que vai ajudar sendo aliado de primeira hora”, disse Azambuja.

Alguns nomes são dados como certo para a ocupar secretarias. O atual coordenador da equipe de transição tucana, e que respondeu pela coordenação geral da vitoriosa campanha de Reinaldo, Ednei Marcelo Miglioli, é cotado para substituir Edson Giroto na Seop (Secretaria de Estado de Obras Públicas e Transporte).

O deputado federal eleito e presidente regional do PSDB, Márcio Monteiro, é o nome para ocupar a Secretaria de Fazenda. “A indicação é competência do Reinaldo. Eu estou à disposição, se houver um convite é uma coisa, agora se for uma convocação, sou com um soldado”, brincou o parlamentar.

Já a Secretaria de Justiça, que segundo o prórpio Reinaldo ficaria à cargo de um membro do MPE (Ministério Público Estadual), pode cair nas mãos do procurador de Justiça Silvio Cesar Maluf, ex-corregedor geral da entidade, e que também compõe a equipe de transição.

Situação semelhante é a do médico Nelson Barbosa Tavares, que já respondeu pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). “Não foi convidado para isso. Foi convidado para a transição. Já ocupou (a pasta) na época do Dr. Wilson (ex-governador Wilson Barbosa Martins), eu era prefeito (de Maracaju), mas o compromisso é fazer a transição para termos os dados na área da saúde”, explicou Azambuja.

A professora Maria Cecília Amêndola da Mota, que foi titular da Secretaria Municipal de Educação de Campo Grande, pode comandar a pasta na administração estadual.

Ainda sobre a equipe de transição, o governador eleito declarou que os trabalhos já começaram e anunciou a primeira ação da equipe. “Cada um na sua área vai apresentar por inscrito quais as nossas reivindicações para conhecer o funcionamento e o aquilo que entendemos importante de cada secretaria, para ter conhecimento do atual governo”, finalizou Reinaldo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions