A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/03/2012 17:13

André entrega 67 computadores para ajudar produtor e desafogar Agenfas

Wendell Reis

Computadores estarão à disposição dos produtores nos sindicatos rurais

Governador lembrou da necessidade de informatização do sistema para ser mais competitivo e eficiente(Foto: Marlon Ganassin)Governador lembrou da necessidade de informatização do sistema para ser mais competitivo e eficiente(Foto: Marlon Ganassin)

O governador André Puccinelli (PMDB) entregou 67 computadores e 67 impressoras para sindicatos rurais de diversos municípios do Estado. Na cerimônia, que aconteceu na tarde desta quinta-feira (22), na Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), o governador destacou a importância da informatização.

Puccinelli lembrou da facilidade encontrada com a informatização das Guias de Trânsito Animal (GTA)e Nota Fiscal (NF), ressaltando que no mundo globalizado é preciso ser mais competitivo e eficiente. “Tem que ganhar tempo. Tempo é dinheiro”, resumiu. Ao final da palavra, o governador lembrou que é preciso fazer uma contra-prestação do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) aos produtores, lembrando que cobra, mas aplica.

A expectativa é de que os computadores também desafoguem os atendimentos nas Agências Fazendárias, visto que o produtor poderá emitir os formulários da própria residência, deixando os servidores da Agenfa livre para atender a outras demandas.

O presidente da Famasul, Eduardo Riedel, explica que os computadores vão atender, principalmente, os pequenos produtores, que poderão ter acesso nos sindicatos rurais a serviços disponibilizados no sistema da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal). Segundo Riedel, dos 5,2 milhões de produtores do País, 94% são pequenos.

O produtor e delegado do Sindicato Rural de Três Lagoas, Ivan Carrato Junior, avalia que a informatização tem ajudado bastante os produtores. Ele ressalta que os computadores serão de grande utilidade, visto que estarão disponíveis para uso exclusivo do produtor, que poderá ter acesso a outros serviços.

Ele explica que antigamente, para conseguir retirar uma GTA, o produtor tinha bastante transtorno, precisando se dirigir a Iagro e, posteriormente, a Agenfa, o que às vezes não era possível, principalmente no fim de semana. “Com a informatização você pode tirar a nota da sua própria casa. É bastante rápido”.

O coordenador de informações fiscais do Governo do Estado, Fábio Figueiredo, explica que há um mês o Governo disponibiliza um código de barras que permite a emissão das notas sem a compra de um papel específico. Isso reduziu o custo que antes era de R$ 8,10 a zero, com possibilidade de imprimir as guias da própria residência.

Segundo Fábio Figueiredo, em 2011 foram impressas 500 mil notas, em um custo de, aproximadamente, R$ 4 milhões ao produtor, pelo antigo processo. Com a informatização dos serviços é possível, entre outras coisas, verificar pendências fiscais e tudo o que pagou nos últimos cinco anos.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


Bem vindo-os, muito pouco para um governo...deveria ter acontecido sem alardes...
 
getulio Junior em 23/03/2012 12:03:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions