A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/05/2012 16:27

Após 16 anos de derrota, oposição avalia que 2º turno será uma vitória

Wendell Reis
Alcides Bernal acredita que a oposição tem dois candidatos, mas a sua é a garantia de segundo turno (Foto: Minamar Junior)Alcides Bernal acredita que a oposição tem dois candidatos, mas a sua é a garantia de segundo turno (Foto: Minamar Junior)

O senador Delcídio Amaral (PT) declarou ao Campo Grande News que lutará para levar as eleições para o segundo turno na Capital. Por isso, não está se importando nem mesmo de buscar alianças para outro partido, como por exemplo, fazer uma chapa com o PSD, do pré-candidato Antônio João, por acreditar que isso fortalecerá a oposição.

Antônio João é candidato a prefeitura, mas por ser de um partido novo, não tem tempo na propaganda eleitoral. A aliança com o PSB daria um tempo razoável para o ex-suplente de Delcídio, que seria mais uma voz da oposição na campanha em Campo Grande, ao lado de Alcides Bernal (PP) e Vander Loubet (PT).

O deputado Paulo Duarte (PT) avalia que um segundo turno não seria suficiente, mas seria o começo para a oposição, depois de muitos anos. “A última vez que teve segundo turno em Campo Grande foi em 1996, com o Zeca (ex-governador Zeca do PT). É o primeiro passo para outra eleição”.

O deputado Alcides Bernal que também é pré-candidato e se diz da oposição, entende que o PT tem que avaliar se apoia alguém que vai ganhar a eleição ou que fará um contraponto com o PMDB. “Querem ganhar em 2014 ou ficar fazendo jogo e perdendo jogo. Para ganhar a eleição ou só para participar. Se quiser ganhar, tem que vir comigo”, diz o deputado, afirmando que há pesquisas indicando que ele estará no segundo turno da eleição.

A oposição até ameaçou se juntar e fazer uma pesquisa para escolher um candidato único em Campo Grande. Porém, a ideia foi derrubada com a saída de Dagoberto Nogueira (PDT). Após isso, temendo resultados parecidos com o dos anos anteriores, quando com apenas dois candidatos fortes, as eleições não passaram do primeiro turno em Campo Grande, a oposição começou a pensar na ideia de várias candidaturas, com o objetivo de aumentar o debate na Capital.

Embora não sejam de oposição, o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) e o vereador Athayde Nery (PPS) também devem aumentar a linha de frente na concorrência com o candidato da situação, deputado federal Edson Giroto (PMDB). Nos últimos dias, outros partidos anunciaram candidaturas. O PV terá como candidato o vereador Marcelo Bluma. O PSTU lançará Suel Ferranti e o PSOL promete lançar candidatura no sábado (26).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions