ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 29º

Política

Após 18 dias cassado, vereador "infiel" retoma cargo

Por Redação | 25/08/2008 15:04

Dezoito dias após perder o mandato por infidelidade partidária, o vereador Laudir Munaretto (PMDB), de Dourados, já retomou o cargo. A perda aconteceu no último dia 5.

Por unanimidade, o TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral) decretou a perda do mandato do vereador, que deixou o PR para se filiar ao PMDB. A justificativa do parlamentar foi insatisfação após a fusão do então PL, partido pelo qual foi eleito, com o Prona. A saída aconteceu dez meses depois da fusão.

Contudo, na última sexta-feira, o presidente do TRE/MS, Oswaldo Rodrigues de Melo, concedeu liminar suspendendo o efeito da perda do mandato.

As ações por infidelidade são movidas contra vereadores que trocaram de partido após março de 2007, prazo estipulado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para livre migração de políticos eleitos.

Estratégia

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário