ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 24º

Política

Após 3 meses de cargo vago, governo nomeia ex-deputada na Educação

Cargo estava sem titular desde fim de novembro, após adjunto ser preso na operação Turn Off

Por Maristela Brunetto | 04/03/2024 07:56
Dione e o marido, Roberto Hashioka, de eventual nome para sucessão local para o cargo na Educação (Foto: Arquivo pessoal)
Dione e o marido, Roberto Hashioka, de eventual nome para sucessão local para o cargo na Educação (Foto: Arquivo pessoal)

Ex-deputada por dois mandatos e nome lembrado para a sucessão em Nova Andradina, Dione Hashioka, do Podemos, é a nova secretária-adjunta de Educação do Estado. A nomeação dela saiu hoje no Diário Oficial, preenchendo cargo que estava vago desde o final de novembro do ano passado.

Anteriormente, quem ocupava a posição era Edio Antônio Resende de Castro Bloch, preso em operação denominada Turn Off, desencadeada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crimes Organizado) e o Gecoc (Grupo Especial de Combate à Corrupção), que envolveu outros servidores e resultou em mais exonerações. A ação, em 29 de novembro de 2023 mirou supostas irregularidades em contratos feitos com a Administração.

Mas Dione terá menos poderes que o antecessor. Também hoje saiu a revogação de uma resolução de 20 de abril do ano passado, assinada pelo secretário Hélio Queiroz Daher, que dava poderes ao adjunto para assinar atos de gestão da pasta.

Dione é mulher do deputado estadual Roberto Hashioka, ambos lideranças políticas antigas na região. Ela deixou o Legislativo no começo do ano passado e a imprensa da região de Nova Andradina apontava o novo da política como eventual concorrente na disputa desse ano, o que fica afastado com o ingresso dela no Executivo estadual.

Nos siga no Google Notícias