A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/07/2013 19:11

Após erro no sistema, TRE revela gasto de R$ 72,7 mil com alimentação

Zemil Rocha
Além de café e chá, TRE também faz gastos com coffee breaks (Foto: Arquivo)Além de café e chá, TRE também faz gastos com coffee breaks (Foto: Arquivo)

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE/MS) informa que gastou apenas R$ 29.881,20 com gêneros alimentícios neste ano de 2013, até agora, valor bem inferior ao de 2012 (ano eleitoral), quando a despesa totalizou R$ 123.731,98. Contudo, se for levado em conta o valor contratado na última segunda-feira (15), o valor a ser efetivamente gasto neste ano sobe para R$ 72.756,00, uma redução de 58,80% em relação ao ano passado, em que o gasto naturalmente foi maior em decorrência das eleições municipais.

Na segunda-feira, o Campo Grande News havia feito levantamento no site do TRE sobre os gastos com alimentação vislumbrou um aumento de 146,65% em relação aos realizados em 2012, ano. Neste ano, os gastos somariam R$ 133.552,69, sem contar R$ 35.790,00 de pregão presencial lançado no dia 15 de julho, conforme publicação no Diário Oficial da União, para fornecimento de coffee break e coquetéis, enquanto em 2012 somaram R$ 54.145,00.
Ontem, porém, a Justiça Eleitoral informou que problema no sistema do TSE gerou erros sobre compras do TRE/MS. “Pedimos desculpas pelo erro na página. Descobrimos o erro somente no meio da tarde.A pesquisa estava retornando os resultados do TSE por isso o equívoco na somatória dos valores”, declarou o TRE em nota enviada ao Campo Grande News com os dados sobre os reais gastos.

Na nota, o TRE informa que basicamente foram licitados e comprados café, açúcar, chá e água mineral de 20 litros para bebedouros, além de contratação de coffee breaks para treinamentos.”Não adquirimos leite em pó (este item aparece apenas no TSE, provavelmente para os ministros)”, revela o TRE.

Foram enviandos pelo TRE dois valores: o primeiro previsto no contrato (pode ser obtido pelo Sistema de Acompanhamento de Contratos - SIAC, que agora está funcionando) e o segundo o preço efetivamente gasto (pode ser obtido diretamente nos processos administrativos, porém, por questões operacionais, ainda não está disponibilizada no site.

Conforme esses dados do TRE, em 2012 foram contratados café, chá e açúcar por R$ 54,1 mil e efetivamente pagos r$ 48.465,00; água mineral por R$ 9,5 mil e pagos R$ 8.746,98; e coffe-breaks por R$ 152,3 mil e pagos R$ 66.520,00.

Já neste ano de 2013, segundo a mesma fonte, foram contratados café, chá e açúcar por R$ 24,9 mil e pago efetivamente o mesmo valor; e água mineral por R$ 12 mil e pagos R$ 4.915,00. O coffee breaks está sob processo licitatório para contratação por R$ 35.790,00.

“Esperamos que tenhamos esclarecido este respeitado veículo da mídia eletrônica, esperando ainda que tais informações sejam divulgadas ao cidadão pois, de fato, não serão mais tolerados abusos e regalias com o dinheiro público”, afirmou o diretor geral do TRE, João Severiano de Almeida Netto.

 

 

 



SERÁ MESMO???? EU TENHO VERGONHA DA NOSSA JUSTIÇA....
 
ELY MONTEIRO em 17/07/2013 20:07:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions