A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/09/2012 18:13

Após prisão, diretor do Google critica decisão da Justiça em MS

Nicholas Vasconcelos
Diretor no Google no Brasil, Fábio José Silva Coelho, criticou decisão da Justiça Eleitoral no blog oficial do site. (Foto: Divulgação)Diretor no Google no Brasil, Fábio José Silva Coelho, criticou decisão da Justiça Eleitoral no blog oficial do site. (Foto: Divulgação)

O diretor do Google no Brasil, Fábio José Silva Coelho, que chegou a ser preso nesta quarta-feira (26) a pedido do juiz da 35ª Zona Eleitoral de Campo Grande, Flávio Saad Perón, publicou nota hoje no blog oficial do site de buscas, em que critica a postura da Justiça Eleitoral brasileira. O executivo considerou a decisão de remover os vídeos contra o candidato a prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), como intimidatória e uma ofensa a liberdade de expressão.

Na nota, Fábio José diz que “profundamente desapontados por não termos tido a oportunidade de debater plenamente na Justiça Eleitoral nossos argumentos de que tais vídeos eram manifestações legítimas da liberdade de expressão e deveriam continuar disponíveis no Brasil”.

Os vídeos postados no YouTube, site que pertence ao Google, colocam Bernal como incentivador de aborto, assim como relacionam com embriaguez, violência contra menor, enriquecimento ilícito e preconceito contra pobres.

Em nota, o Google afirmou que não é responsável pelo conteúdo do YouTube, já que ele é uma plataforma e o usuário é quem deve ser responsabilizado. No entendimento de Perón, o gigante da internet é responsável pelo conteúdo e deve inclusive investir no monitoramento das postagens e pode até ser considerado cúmplice dos crimes ligados ao material disponibilizado.

O representante do Google foi detido pela PF na Capital paulista e vai responder pelo crime de desobediência eleitoral, crime previsto na Lei Eleitoral e que tem pena de até um ano e multa.

Nesta quinta-feira (27), o juiz Flávio Saad Perón assinou o oficio pedindo a suspensão do acesso ao YouTube em Mato Grosso do Sul. A previsão é de que o pedido seja cumprido em um prazo de três dias corridos.

Confira a nota

Nos últimos dias, você provavelmente leu diversas notícias sobre pedidos de remoção de vídeos do YouTube. Por isso, queremos esclarecer o que aconteceu e o porquê. Antes de mais nada, gostaria de falar sobre alguns princípios básicos de nossos serviços. Nosso objetivo com o YouTube é oferecer uma comunidade de que todos possam desfrutar e, ao mesmo tempo, uma plataforma para a liberdade de expressão em todo o mundo. Este é um grande desafio, principalmente porque um conteúdo aceitável em um país pode ser ofensivo – ou até mesmo ilegal – em outros.

Por isso, temos políticas bem claras sobre quais vídeos são inaceitáveis – e quando denunciados, nós analisamos e, se necessário, removemos. Se um vídeo é ilegal em um país específico – e temos uma versão local do serviço nele, como é o caso do YouTube no Brasil – nós restringimos acesso ao vídeo depois de receber uma ordem judicial. Como o Google é profundamente comprometido com a luta pela liberdade de expressão, constantemente contestamos ordens que acreditamos não estarem corretas. Por exemplo, estivemos recentemente na Suprema Corte dos EUA discutindo vídeos que são perfeitamente legítimos e deveriam continuar disponíveis no YouTube.

Agora vamos falar sobre o que aconteceu no Brasil. Durante o período eleitoral, é normal recebermos diversas ordens judiciais para remoção de vídeos que criticam candidatos concorrendo a cargos eletivos. Como sempre, revisamos todas essas ordens judiciais – e recorremos daquelas que acreditamos incorretas. Por exemplo, na última semana, recorremos de uma ordem judicial para remover vídeos do YouTube. Enquanto aguardávamos a apreciação de nosso recurso, um mandado de prisão foi expedido contra minha pessoa na qualidade de representante legal do Google Brasil.

Na noite de Quarta-Feira (26/09), soubemos que nosso último recurso contra a ordem não foi conhecido, de forma que, agora, não temos outra escolha senão bloquear o vídeo no Brasil. Estamos profundamente desapontados por não termos tido a oportunidade de debater plenamente na Justiça Eleitoral nossos argumentos de que tais vídeos eram manifestações legítimas da liberdade de expressão e deveriam continuar disponíveis no Brasil.

Apesar de tudo, nós continuaremos nossa campanha global pela liberdade de expressão - não apenas porque essa é uma premissa das sociedades livres, mas também porque mais informação geralmente significa mais escolhas, mais poder, melhores oportunidades econômicas e mais liberdade para as pessoas. Nesse sentido, o Artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU prevê: "Todo ser humano tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras."

Ironicamente, o usuário que publicou um dos vídeos acabou por removê-lo e fechou sua conta no YouTube – esse é apenas um exemplo dos efeitos intimidatórios do episódio para a liberdade de expressão.

Postado por: Fabio Coelho, Diretor Geral do Google Brasil

Especialistas defendem decisão de punir Google por não retirar vídeos
Após a polêmica gerada com a decisão da Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul de prender o diretor geral do Google Brasil, Fábio Coelho, advogados ...
Juiz de MS envia à PF de São Paulo alvará de soltura de diretor do Google
O juiz Flávio Saad Peron enviou nesta tarde alvará de soltura à Polícia Federal, em São Paulo, para liberação do diretor geral do Google no Brasil, F...


ainda sim considero que seja o melhor pra democracia e campo grande pode ser muito melhor. bernal voto mesmo! e o povo deve confirmar oque se tem visto no 1 turno.
 
janilson cavalcante em 22/10/2012 21:05:52
Isso virou uma piada e vergonha internacional. Época de campanha em qualquer país desenvolvido é é poca de conhecermos em quem vamos votar. Aqui não, aqui os podres são varridos para baixo do tapete. Seu Bernal que se defendesse se é que isso tem defesa), mas o povo tem o direito de saber. Esse juiz para ser branda, é um retrocesso...espero que seja só isso e não o pior que tem se visto de monte .
 
Ivana Pereira em 28/09/2012 12:08:51
Tinham que prender o esperto que colocou os videos na rede...hj ele deve estar bem apavoradinho com a m...que fez!!!!
 
João M Souza em 28/09/2012 11:23:51
Gente, esse site mostra a realidade das coisas. Está querendo mostrar quem é esse politico na verdade. Um político que não assume um filho, vai querer assumir uma cidade. E o vídeo continua no you tube. Acessem para ver a barbaridade desse safado!!!
 
joana soares em 28/09/2012 10:59:14
Gente, este site mostra a realidade das coisas, e está denunciando um político que no caso, além de desonesto é um sem caráter, pois mostra uma coisa pra população e suas atitudes são exatamente o contrário. Safado, vai cuidar do seu filho primeiro pra depois querer comandar uma cidade!!! Fora Bernal !!!!!!!!!!!
 
Augusto Martins em 28/09/2012 10:48:13
Tem gente aí reclamando que a justiça permite políticos com passado sujo se candidatarem e outros querendo processar políticos porque estes o ofendem.
.
Ora, os políticos só são políticos porque o povo vota neles.
E não cabe à justiça definir quem pode colocar seu nome à disposição da sociedade para administrá-la, caso ela aceite. Esta obrigação é do povo, de negar voto a candidatos ficha-sujas.
 
VANDEILTON DIAS DOS SANTOS em 28/09/2012 10:07:29
A lei é para todos, parabens excelentissimo.
 
maria fernada em 28/09/2012 09:21:04
Como sempre no Brasil a culpa são das grandes empresas.
O cara deve no banco? A culpa é do banco pq os juros são um roubo.
O cara compra alguma coisa e não paga? Não pode cobrar pois é uma ofensa.
Alguém disponibiliza alguma coisa na internet? A culpa é do google, da Microsoft ou dos EUA.
O povo adora uma passada de mão na cabeça, aqui ninguém tem culpa de nada.
 
Pedro Alcantara Machado em 28/09/2012 09:02:44
CARA QUERO PROCESSAR TODOS OS POLITICOS PORQUE ELES ME OFENDEM E DUVIDAM DA MINHA INTELIGÊNCIA TODA SEMANA ... SERA QUE EU CONSIGO MANDAR ALGUÉM PRA PRISÃO POR MENTIRA? KAKAKAAKA
 
wellington luxemburgo em 28/09/2012 09:00:28
Bernal ta cheio da grana ein, ta até comprando juíz...hehe.
 
Paulo Nunes em 28/09/2012 08:59:29
Esses juristinhas sem noção, vivem no tempo da pedra, e acham que mandam no mundo digital, isso é enxugar gelo, não adianta, esses guizinhos que acham que mandam em tudo e todos, não é a primeira vez que TENTAM sem sucesso censurar algo na internet, nesse país só se cumpre ordens arbitrarias a favor de políticos, o vídeo contém informações verídicas, quem não deve não TEME.
 
Roberto Inzagaki em 28/09/2012 08:52:58
uma decisão da justiça dever ser comprida, porem temos que ver o merito das mesma o vídeo não pode sair do ar sobre este preceito que a parte prejudicada que pede resposta não fique atraz de uma justiça cega.mais uma vez vamos denegrir nossa imagens por pensamento infantil dos juízes eleitoral queremos imparciabilidade em tudo.

porque sera que esta mesma justiça não faz o mesmo com os mensaleiro
 
Alexandre Alves de Melo em 28/09/2012 08:46:29
Pois eu entendo que o Sr. Fábio pisou na bola. Sendo ele brasileiro, sabe muito bem da existência da Lei Eleitoral. Se a justiça eleitoral julgou que o vídeo não era uma postagem em concordância com a Lei Eleitoral, então ele deveria ter cumprido a determinação judicial. Mais dias ou menos dias, o Google vai entender melhor a situação e afastar o Sr. Fábio do cargo.
 
José Nunes em 28/09/2012 08:28:20
Acho que a decisão do Dr. Flavio Saad Perón não foi das melhores. Acho que ao invés de mandar prender o diretor do Google, que no final não deu em nada, devia ter aplicado uma multa de 1 milhão por dia se não houvesse o cumprimento, já que a empresa é multimilionária.Quando toca no bolso quero ver não surtir efeito, assim o diretor não precisaria passar por uma situação tão constrangedora dessas.
 
Priscila Barcelos em 28/09/2012 08:14:09
Normal a crítica do diretor da google. Mas ele poderia manter o debate cumprindo a ordem judicial. O modo como ele agiu, é como se ele estivesse imune a cumprir com seu dever. Se não concorda recorre, como ele fez, só que do modo como fez nenhum tribunal no mundo acataria. Seria uma declaração expressa de que não há importância nenhuma descumprir mandados.
 
Daniel Sanches em 28/09/2012 07:55:58
Indignados de boutique, pensem nisso:

- Decisão judicial é pra ser cumprida.
- Pq não evitaram esse problema todo simplesmente excluindo o video e a conta do usuário que subiu o video?
- A Google remove video com reclamação de direitos autorais com extrema rapidez. Quando é com conteúdo difamatório, isso não acontece. Pq será?

- Imagine que o video em questão fosse difamatório a você. Ia deixar?
 
Franz D. Silva em 28/09/2012 07:42:13
Se estes dourores da lei fizesse a sua parte, evitasse que os politícos com processo judicial concorrece a cargo públlico, nós não estaria agora passando esta vergonha. Quando um cidadão comum, comete alguma irregularidade na jstiça, não pode nem arrumar emprego, porque não consegue a certidão negativa, independente se é culpado ou não, agora poirque com os puliticos não é a mesma coisa?
 
José roberto em 28/09/2012 07:26:09
isto é um absurdo no nosso Brasil. Tenho vergonha da nossa justiça que é injusta..reprovo este candidato. até quando este BERNAL vai fazendo isto. Primeiro foi contra a pesquisa no IBOP. AGORA NO google. quem será o proximo?????
 
ely monteiro em 28/09/2012 07:12:40
Tenho algumas perguntas a fazer
Liberdade de expressão não implica em responsabilidade com o que se diz? ou seja ,posso pregar o conteúdo que quiser na Internet,por exemplo: pedofilia, Eutanásia, Nazismo, aborto, difamar a honra ou denegrir a imagem de qualquer cidadão e ainda por cima sem me identificar??
Caso eu tenha um alto cargo numa empresa fico dispensado de cumprir mandato judicial?
 
Rosemeire Oliveira Borges em 28/09/2012 07:07:27
Então, meu filho, a justiça também é válida para presidentes de filiais de multinacionais poderosas. Você, cidadão, continua sendo brasileiro, residindo no Brasil e estando sujeito às leis e à justiça do Brasil.
Se um juiz decretar algo, primeiro você cumpre e depois entra na justiça alegando o que quiser alegar.
Já pensou se todos que não concordassem com os juízes fossem desobedecer suas ordens?
 
VANDEILTON DIAS DOS SANTOS em 28/09/2012 03:57:37
Se o juiz decidiu que os vídeos são criminosos, é porque ele tem uma argumentação legal que embase esta afirmação, afinal, juízes não agem desprovidos de embasamento jurídico.
Se os vídeos são criminosos, na medida em que fere a honra de alguém com acusações já comprovadas como falsa pela justiça, não há o que se alegar liberdade de expressão.
Ninguém tem liberdade de expressar crimes contra honra
 
VANDEILTON DIAS DOS SANTOS em 28/09/2012 03:53:53
Há, que lenga-lenga é esta.
O diretor da Google teve um mês entre o início da ação (29 de agosto 2012) até a decretação da prisão, sendo que foi notificado 02 vezes pela justiça, e nas duas vezes fez corpo mole, dizendo que "iria analisar" se o conteúdo dos vídeos realmente são difamatórios.
Ora, então a palavra de um juiz tem menos valor e fé pública que um executivo de uma multinacional?
 
VANDEILTON DIAS DOS SANTOS em 28/09/2012 03:51:06
Como eu ja vinha dizendo a algum tempo atrás. Esta na hora do povo brasileiro sair a rua e quebrar tudo. Mais um episodio lamentavel, primeiro facebook, depois orkut agora youtube, sempre envolvendo politicos, sem contar aquele "fulaninho" que foi ao cinema assistir TED e não gotou quer proibir o filme nos Brasil. É povo, ou agente acorda enquanto é tempo, ou bem vindo a nova era DITADURA.
 
Mykon Monaco em 28/09/2012 03:32:14
Já que estão tão empenhados em fazer justiça, porque não prendem, por exemplo, o foragido e procurado no mundo pela interpol, por lavagem de dinheiro, o Sr Paulo Salim Maluf !? E sem falar aqui em Campo Grande que tem bandido solto aos borbotões !!!
 
Isaias Motta Silvestre em 27/09/2012 11:15:29
GENTE QTA IGNORANCIA!!!LIBERDADE DE EXPRESSÃO É UMA COISA E DENEGRIR,CALUNIAR,DIFAMAR A IMAGEM DE ALGUEM É COMPLETAMENTE DIFERENTE,PARABÉNS BERNAL ME PRGULHO DE SER CAMPO GRANDENSE,E ESSE POVO TEM Q SABER Q A QUI NÃO É TERRA DE NINGUEM!!!TEM PESSOAS ESCLARECIDAS E LEI SÃO PRA SEREM CUMPRIDAS,NÃO É PQ É PODEROSO Q PODE FAZER O Q QUISER,SE AS LEIS FOSSEM CUMPRIDAS TODAS ASSIM SERIA MUITO BOM!!
 
ALINE BARROS em 27/09/2012 11:11:00
Incrivel, que ainda temos idiota no brasil politica e coisa ,seria esse diretor deveriam prender ele outra vez por pronunciar e questionar um juiz verdade ou nao nao somos nos que devemos postar algo contra alguem numa rede e sim a justica envestigar e punir isso e pessimo para todos nos principalmente para todas classe politica no brasil
 
clodoaldo rodrigues em 27/09/2012 10:36:30
Até meados do século passado, a expectativa de vida no Brasil era de aproximadamente 50 anos. Qualquer cidadão para ser juiz tinha aproximadamente 60% desta idade. Com a nossa longevidade chegando a quase 90 anos,para ser um bom juiz o cidadão deveria ter no mínimo 50 anos bem vividos, para bem interpretar as leis e fazer justiça.
 
joao assis em 27/09/2012 09:24:20
Pura palhaçada.Ja postei este video no you tube no daylimotion e agora estou procurando outros sites para postar
 
Jair gonzales em 27/09/2012 09:13:18
Sem entrar no mérito da questão, se a decisão está certa ou errada, mas ordem judicial deve ser cumprida por quem quer que seja! Não concorda com a decisão? Censura? Recorre, mas antes cumpra a ordem judicial! A partir do momento que as ordens judiciais deixarem de ser cumpridas neste país, por simplesmente não concordar com o teor das decisões, viveremos uma terrível insegurança jurídica.
 
Fabrício Carvalho em 27/09/2012 08:56:46
Da próxima vez, coloquem o vídeo em um servidor que não tenha representante no Brasil. Aí eu quero ver quem eles vão prender. Não sou contra prender que descumpre uma ordem judicial, mas acho que a liberdade de expressão também deveria ser respeitada.
No vídeo, nenhuma mentira foi contada.
 
Cleberson Silva em 27/09/2012 08:39:50
A questão aqui é a seguinte: UMA ORDEM JUDICIAL (desnecessária) FOI DESCUMPRIDA... claro que a justiça deve sempre prevalecer e o cidadão como representante legal deve arcar com as consequências. Agora gostaria de ver este mesmo empenho da nossa justiça para com os políticos corruptos (e seus colaboradores), para com os motoristas bêbados, para com os sequestradores, traficantes...
 
Humberto P. Camargo em 27/09/2012 08:21:39
VERGONHA MATO GROSSO DO SUL.

VERGONHA MUNDIAL.

IGNORÂNCIA DESSE JUÍZ.
 
Clovis Augusto Souza Silva em 27/09/2012 08:11:22
Devido a essa constante defesa da liberdade de expressão on-line, a notícia da "condução coercitiva" (termo técnico para designar o encaminhamento e depoimento de Coelho à sede da Polícia Federal na Lapa, em São Paulo)Nas últimas semanas, o Google tem sido pressionado para a retirada de um vídeo ofensivo à cultura islâmica do YouTube.
 
Alexandre Lobo em 27/09/2012 08:11:18
O episódio serve para demonstrar a importância do Marco Civil da Internet, que tramita no Congresso -a votação voltou a ser adiada no último dia 18. O texto entende que uma plataforma (como YouTube) não é responsável pelo conteúdo de terceiros. Porém, o provedor pode ser responsabilizado civilmente (mas não criminalmente) caso não cumpra ordem judicial para retirar conteúdo considerado inadequado
 
Alexandre Lobo em 27/09/2012 08:09:12
A detenção do diretor-geral do Google, Fabio José Silva Coelho, deve fazer com que a empresa reforce, no mundo todo, sua defesa da liberdade de expressão na internet e o livre fluxo de informações, sem a interferência de governos.Essa deve ser a principal consequência do caso dentro da maior empresa de buscas do planeta.
 
Alexandre Lobo em 27/09/2012 08:08:11
E depois e a corea do norte q tem ditadura né! essa decisao e um tapa na cara do povo, e mesmo q dizer "vcs só vão criticar quem nos deixarmos" fazer o q né aqui no brasil quem pode mais sempre manda mais.
 
josue veloso em 27/09/2012 08:06:35
Meus DEUS, onde vamos parar, diserram que o Brasil é um país DEMOCRÁTICO, mas somos obrigados a votar, não temos liberdade de expressar, caso haja um político honestíssimo desde a sua entrada no cargo que ocupa ou já ocupou, preciso urgente saber quem é nome e endereço pois quero parabenizá-lo, afinal vivemos no Brasil e sou uma brasileira honesta e tenho o direito de me expressar ou não?
 
Loenir Gomes de Arruda em 27/09/2012 07:57:31
Ficha limpa !
Ja vai afastar muitos candidatos que nao merecem ,serem eleitos,os eleitos que se cuidem ,aos poucos nossas leis vao melhorar para beneficio dos cidadaos.Edison Rs Poa
 
Edison luiz miranda teixeira em 27/09/2012 07:31:28
Acredito que por sermos de um Estado do Interior do Brasil, o Sr. Fábio José Silva Coelho acreditou que não iria dar em nada.Primeiramente ordem judicial tem de ser cumprida, e se o conteudo for ofensivo ou proibido por lei em algum Pais, teria de ser removido de imediato. Só para constar não sou afavor do candidato citado no video mais sou sim a favor do cumprimento das leis em nosso Pais.
 
Carlos Lima em 27/09/2012 07:29:57
A questao aqui é a seguinte: UMA ORDEM JUDICIAL FOI DESCUMPRIDA, O GOOGLE TEM QUE OBEDECER, SE O VIDEO É NOCIVO OU NAO É OUTRA QUESTAO. Agora o cara vem dizer que o google analisa e decide o que colocar ou tirar isso nao tá certo, ordem judicial tem que ser cumprida senão vira bagunça, podia ser qualquer cidadão, ok. Só pra constar nao voto pra nenhum dos candidatos interessados no video.
 
Zemerson Alves em 27/09/2012 07:01:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions