A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 25 de Abril de 2018

22/08/2013 16:59

Após viagem aos EUA, Adalberto Siufi deve depor dia 29 na CPI da Saúde

Bruno Chaves
Médico ganhou autorização da Justiça para se ausentar do país (Foto: Arquivo/Campo Grande News)Médico ganhou autorização da Justiça para se ausentar do país (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

O médico Adalberto Siufi, pivô do escândalo da Máfia do Câncer em Campo Grande, deverá ser ouvido pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde da Assembleia na próxima semana. Ele chegou a ser convocado para prestar esclarecimentos sobre o Hospital do Câncer no dia 1º de agosto. No entanto, por causa de viagem marcada aos Estados Unidos, faltou ao compromisso.

De acordo com o presidente da CPI, deputado Amarildo Cruz (PT), o advogado de Siufi procurou a CPI para informar que o médico já está na Capital e pode atender aos questionamentos dos deputados.

“É um depoimento muito importante porque existem denúncias gravíssimas como a de que ele [Adalberto Siufi] é funcionário do Hospital Universitário, cedido para a prefeitura, que o cedeu para o Hospital do Câncer. Ele ainda está ligado à empresa de exames [Neorad]”, disse Amarildo.

O presidente da comissão ainda lembrou-se de denúncias sobre a indicação de parentes para trabalharem no Hospital do Câncer e sobre a recusa de aceleradores nucleares para o tratamento da doença.

Além de Adalberto Siufi, a CPI deve ouvir, na quinta-feira (29), o diretor técnico do Hospital Universitário, Cláudio Wanderley Saab, que foi convocado para prestar depoimento hoje (22), mas enviou ofício dizendo que não podia comparecer na reunião.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions