A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

19/03/2015 13:32

Aprovados incentivos para três empresas investirem R$ 415 milhões

Kleber Clajus
Projetos foram aprovados por unanimidade, após acordo entre base e oposição (Foto: Kleber Clajus) Projetos foram aprovados por unanimidade, após acordo entre base e oposição (Foto: Kleber Clajus)

Acordo entre base e oposição na Câmara Municipal de Campo Grande possibilitou aprovação, nesta quinta-feira (19), de incentivos fiscais para as empresas Anhanguera/Uniderp, CCR MSVia, bem como a fabricante espanhola de cosméticos Salerm. Os investimentos, que se utilizam do Prodes (Programa de Desenvolvimento Econômico e Social), somam R$ 415,335 milhões.

A Anhanguera/Uniderp teve renovada redução para 2% da incidência de ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) em suas atividades, por cinco anos, incluindo a central de educação à distância e seus polos na Capital. Em contrapartida, deve manter repasse de R$ 800 mil para médicos que acompanham acadêmicos de medicina nas unidades básicas de saúde, além de R$ 1,3 milhão destinados a compra de equipamentos pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) com valor ampliado para R$ 1,6 milhão nos próximos anos com correção pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor).

No caso da CCR MSVia, se afastou o “fantasma” da empresa não se instalar em Campo Grande. Isso porque, em novembro, outra votação foi perdida por falta de dois votos. No retorno a pauta, 25 vereadores concordaram com contrapartida de construção de praça no Parque dos Laranjais, concedendo doação de terreno de 15 mil metros quadrados nas Moreninhas, desconto de 50% no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e isenção de ISSQN por cinco anos.

“Esperamos que a contrapartida não seja limitada a construção de praça, mas que contribua com Campo Grande assim como temos contribuído com a empresa”, disse Thaís Helena (PT).

Ainda na lista de empresas beneficiada por acordo entre os legisladores está a espanhola de cosméticos Salerm, que pretende construir fábrica de R$ 50,335 milhões para atender o mercado latino-americano. O processo de instalação, inclusive, contou com articulação do deputado estadual Paulo Corrêa (PR) e possui incentivos semelhantes a concessionária da BR-163. A perspectiva é de sejam gerados 1,5 mil empregos.

Para Edil Albuquerque (PMDB), líder do prefeito Gilmar Olarte (PP), a aprovação dos projetos garante o desenvolvimento do município, porém ressalta que mais oito empresas ainda aguardam apreciação de suas propostas de investimento que somam R$ 21,9 milhões.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions